Sindicato dos Bancários deTupã participa da mobilização de 11 de julho

16.07.2013

A manifestação das Entidades Sindicais na cidade de Tupã no dia nacional de lutas (11 de julho), levou mais de 600 pessoas à avenida Tamoios, a principal artéria do centro da cidade. Entidades sindicais que estavam na organização do evento que começou às 7h com concentração nas sedes dos Sindicatos, de onde cada categoria rumou para […]

A manifestação das Entidades Sindicais na cidade de Tupã no dia nacional de lutas (11 de julho), levou mais de 600 pessoas à avenida Tamoios, a principal artéria do centro da cidade.

Entidades sindicais que estavam na organização do evento que começou às 7h com concentração nas sedes dos Sindicatos, de onde cada categoria rumou para o centro da cidade em concentração que contou com palavras de ordem e manifestação dos representantes de cada Sindicato.

Participaram do evento os Sindicatos dos Comerciários, dos Bancários, dos Metalúrgicos entre outros, além de vários representantes de movimentos sociais.

Amauri Mortágua, presidente do Sincomerciários e que também é vereador na cidade, disse que ali estavam representadas as esperanças de toda a classe trabalhadora da região, que, como uma gota d’água, se juntava ao oceano de manifestações pelo Brasil afora, porque “somente a pressão será capaz de fazer que sejamos ouvidos e avançar nossas lutas e conquistas”

O presidente do Sindicato dos Bancários, Félix Antônio Afonso, discorreu sobre os malefícios da terceirização e conclamou a todos para a luta contra o projeto 4330 que precariza o trabalho.

Adriano D’Anúncio, dos Metalúrgicos, destacou da pauta trabalhista a luta pela jornada de 40 horas semanais, “única forma de ampliar o convívio familiar e gerar mais empregos no Brasil, além de permitir mais tempo para o aperfeiçoamento profissional”.

Após as manifestações, na concentração, com faixas, cartazes e som com palavras de ordem, os manifestantes seguiram em passeata pela avenida Tamoios e pela Rua Aimorés, as duas principais vias comerciais da cidade, e, enquanto a marcha passava, eram distribuídos panfletos dentro dos estabelecimentos e nas calçadas, explicando o movimento em defesa da democracia e dos direitos dos trabalhadores, bem como conclamando que a união dos trabalhadores com o povo em geral abre caminhos para um Brasil realmente mais justo e igualitário com a valorização da classe trabalhadora e maior distribuição de renda.

Fonte: Sindicato dos bancários de tupã

Notícias Relacionadas

Caixa terá processo seletivo para a escolha dos diretores da FUNCEF

Inscrições já foram iniciadas e seguem até a próxima quinta-feira (9/2) Os cargos de diretor-presidente e diretor de Investimentos e Participações Societárias e Imobiliárias da Fundação dos Economiários Federais (FUNCEF) serão escolhidos por meio de processo seletivo. O anúncio foi feito em edital publicado pela Caixa. As inscrições tiveram início na última sexta-feira (3/2) e […]

Leia mais

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Sindicatos filiados