Sindicato fecha Itaú em Campinas em protesto contra demissão de gerente operacional

27.01.2016

Cobrança de sorriso e metas Sob a coordenação do Sindicato dos Bancários, os funcionários da agência Jequitibá, no centro de Campinas, cruzaram os braços hoje (27) durante todo o dia em protesto contra a demissão de uma gerente operacional (GO). Ao comunicar sua decisão, o superintendente operacional disse apenas uma frase: “não fui com sua […]

Cobrança de sorriso e metas

Sob a coordenação do Sindicato dos Bancários, os funcionários da agência Jequitibá, no centro de Campinas, cruzaram os braços hoje (27) durante todo o dia em protesto contra a demissão de uma gerente operacional (GO). Ao comunicar sua decisão, o superintendente operacional disse apenas uma frase: “não fui com sua cara”. O chefe direto da gerente operacional, conhecido por GSOA (gerente de suporte operacional de agência), também foi lacônico: “você e os outros colegas devem sorrir mais para o superintendente”. Diante de tanta ‘arrogância, provocação’, os diretores usaram máscara com sorriso estampado durante a paralisação, que teve início às 7h e vai até às 18h (a agência tem o chamado horário estendido).

Para o vice-presidente do Sindicato, Mauri Sérgio, a reclamada falta de “sorriso” não é o real motivo da demissão, ocorrida no último dia 13. ”O que está por trás dessa decisão autoritária do superintendente operacional são as metas abusivas, que resultam em assédio moral e adoecem os bancários. A economia do país está paralisada; dentro desse quadro nada animador é difícil efetivar vendas; ainda mais aquelas onde as metas são inalcançáveis, como tem exigido o Itaú”. Mauri Sérgio destaca que a demissão da GO não é isolada. “Apenas neste mês de janeiro, o Itaú já demitiu 21 funcionários, incluindo a GO, na base do Sindicato”. No país, no período de 1º de janeiro a 26 de novembro de 2015, o Itaú demitiu 8.529 bancários, conforme balanço apresentado pelo próprio Banco em reunião com os sindicatos realizada no dia 16 de dezembro do ano passado.

Foto: Júlio César Costa

Fonte: Sindicato dos Bancários de Campinas e Região

Notícias Relacionadas

Saúde, segurança, metas e violência contra as mulheres pautam reunião das Financeiras

Coletivo Nacional dos Financiários e Acrefi voltam à mesa de negociação pela Campanha Nacional 2024 Na tarde desta sexta-feira (19), o Coletivo Nacional dos Financiários da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) realizou mais uma rodada de negociações com a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). A pauta do […]

Leia mais

Quarta mesa de negociação do BB discute diversidade e igualdade de oportunidades

Para Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), Banco do Brasil deu sinais de avanços importantes na reunião Na manhã desta sexta-feira (19), em São Paulo, foi realizada a quarta mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2024 para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) do Banco do Brasil. A pauta principal […]

Leia mais

CEE Caixa realiza nova rodada de negociações focada em diversidade e igualdade de oportunidades

Além de diversidade e igualdade, foram discutidos temas como FUNCEF, escala de férias, telefone celular e escola inclusiva A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal conduziu nesta sexta-feira (19) mais uma mesa de negociação para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) dos empregados da instituição. O tema central da discussão […]

Leia mais

Sindicatos filiados