Sindicatos da base da Federação participam do Dia Nacional de Luta contra reestruturação do BB

30.11.2016

Nesta quinta-feira (1º), movimento sindical se reúne novamente reunião com o banco em Brasília para continuar discutindo a reestruturação Sindicatos de todo o país participaram nesta terça-feira (29) das mobilizações do Dia Nacional de Lutas no Banco do Brasil (BB), em resposta à reestruturação anunciada no último domingo (20). Sindicatos filiados à Federação dos Bancários […]

Nesta quinta-feira (1º), movimento sindical se reúne novamente reunião com o banco em Brasília para continuar discutindo a reestruturação

Sindicatos de todo o país participaram nesta terça-feira (29) das mobilizações do Dia Nacional de Lutas no Banco do Brasil (BB), em resposta à reestruturação anunciada no último domingo (20). Sindicatos filiados à Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) realizaram atividades de mobilização juntos às agências de suas bases com paralisação de diversas unidades, distribuição de carta aberta ao cliente entre outras ações.

A reestruturação

De acordo com o informe destinado à imprensa e ao mercado divulgado pelo banco, 781 agências em todo o país (14% das 5.430 unidades) deixarão de existir; 402 serão fechadas e outras 379 serão transformadas em Postos de Atendimento (PA). Além disso, o BB espera conseguir uma redução significativa em seu quadro funcional por meio do Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada (PEAI), que tem como foco, cerca de 18.000 empregados aptos a se aposentarem, medida que terá impacto na sobrecarga de trabalho dos funcionários ativos e também no atendimento à população, cuja situação já bastante precária. Em contrapartida, o banco planeja criar 255 agências digitais em 2017.

Veja como foi a mobilização de alguns sindicatos da base da FEEB-SP/MS

Campinas

Em Campinas, o Sindicato dos Bancários de Campinas e Região promoveu o fechamento durante todo o dia das agências da Avenida Brasil, Benjamim Constant, Anhanguera, Ceasa, Nova Aparecida, Sousas, São Quirino, Santa Genebra. Com a reestruturação, só na região de Campinas, 23 agências serão desativadas e 5 serão transformadas em postos de atendimento. A jornada de lutas prossegue até o dia 02 de dezembro, onde serão fechadas diversas agências em protesto.

Guaratinguetá

Em Guaratinguetá, o sindicato realizou mobilização nas agências Pedregulho (4467-9), Pedregulho (6883-7), Aparecida (6677-X) e Cruzeiro (6601-X).

Marília

Nas cidades e Marília e Ourinhos, o Sindicato dos Bancários concentrou as mobilizações principalmente nas agências que serão afetadas pela reestruturação e nesta quinta-feira (1º), realizará manifestações em Garça, onde existe uma unidade que será fechada.

Piracicaba

Em Piracicaba, o sindicato dos bancários vem realizando uma semana de mobilizações. Na segunda-feira (28), as atividades foram realizadas nas cidades de Tietê, Cerquilho e Laranjal e contou com forte adesão dos funcionários. Na terça-feira (29), as ações foram realizadas nas três unidades previstas para fechamento: Vila Rezende, Santa Terezinha e Paulista.

Ribeirão Preto

Em Ribeirão Preto, a mobilização do sindicato teve retardamento da abertura das agências reestruturadas em 1 hora e departamentos em 2 horas, com a distribuição de carta aberta aos clientes e à população, informando a importância do banco público e da manutenção de suas agências na cidade. A manifestação abrangeu as seguintes unidades e departamentos do BB: Cesin, Cesup, Retab, Valores, Gepes, Gecor, Gecoi, Ajure, Audit. São Sebastião, Mogiana, Vila Virgínia, Dom Pedro I, Duque de caxias, Santa Úrsula, Novo Shopping, Alto da Boa Vista foram as localidades onde houve manifestações.
Os dirigentes realizaram ainda, reunião com o departamento jurídico e diretores do Sindicato com funcionários do banco para orientações e esclarecimentos em relação PEAI.

São José dos Campos

Em São José dos Campos, o sindicato e os funcionários do BB retardaram a abertura de várias agências na região em protesto contra a reestruturação que pretende fechar centenas de agências e cortar milhares de postos de trabalho.

Na base do Sindicato a reestruturação atinge 06 agências: Jardim Esper em Jacareí, Lobo Viana em São Sebastião, Platanus em Campos do Jordão e R. Rangel em Guararema. As agências JK e Bacabal, em São José dos Campos, já foram fechadas e as agências Center Vale e Santana do Paraíba passaram a ser postos de atendimento. Até o momento não houve demissões e os funcionários foram remanejados para outras agências.

“A luta do funcionalismo do BB está apenas começando, os funcionários precisam se mobilizar, só a união de todos vai garantir direitos e o futuro da instituição”, disse o presidente Geraldo Soares dos Santos.

Para Jeferson Boava, vice-presidente da FEEB-SP/MS “o Dia Nacional de Luta contra a reestruturação do Banco do Brasil é importante para sinalizar à sociedade a forma como o banco vem tratando essa questão tão delicada, que envolve a extinção maciça de postos de trabalho e a redução drástica do quadro funcional através do novo plano de incentivo à aposentadoria, de forma unilateral, sem debater com a população e com o movimento sindical, trazendo grande insegurança aos trabalhadores do banco ao seu futuro e causando transtornos à população com o fechamento das agências. Além disso, o movimento sindical bancário está dando seu recado de que não ficaremos com os braços cruzados diante do desmonte que está sendo promovido no BB”.

Nesta quinta-feira (1º), haverá nova reunião com o banco em Brasília para continuar discutindo a reestruturação.

Com informações da imprensa dos Seebs: Campinas, Guaratinguetá, Marília, Piracicaba, Ribeirão Preto e São José dos Campos.

Notícias Relacionadas

Bancários aprovam acordos de trabalho do Santander

97,18% dos funcionários aprovaram o acordo com o banco Bancários do banco Santander de todo o país aprovaram, nesta quinta-feira (22), com 97,18% dos votos, o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) geral dos funcionários, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária, o ACT do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e […]

Leia mais

Negociação dos Financiários continua sem avanços

Financeiras apresentam proposta abaixo da expectativa da categoria Representantes dos Financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reuniram nesta quinta-feira (22) para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria. A pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho, foi entregue no dia 15 […]

Leia mais

Bancários do Santander participam de Assembleia nesta quinta-feira (22/9)

Votação acontece em plataforma eletrônica das 8h às 20h Nesta quinta-feira (22), bancários do Santander de todo o país participam de Assembleias para avaliar o Acordo Coletivo de Trabalho, o Acordo Coletivo de Trabalho sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PPRS) e o Termo de Relações Laborais, todos com validade por dois anos. Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados