Sorocaba: Sindicato fecha agência do Itaú por falta de ar-condicionado

06.03.2017

A agência 7432 do banco Itaú, na avenida General Carneiro, em Sorocaba, amanheceu fechada hoje, dia 6 de março, por falta de condições de trabalho. A ação é de responsabilidade do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região, que atendeu a uma denúncia anônima e averiguando os fatos, fechou a agência, que só ficou com […]


A agência 7432 do banco Itaú, na avenida General Carneiro, em Sorocaba, amanheceu fechada hoje, dia 6 de março, por falta de condições de trabalho. A ação é de responsabilidade do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região, que atendeu a uma denúncia anônima e averiguando os fatos, fechou a agência, que só ficou com o autoatendimento funcionando normalmente.

Conforme explica Julio Cesar Machado, presidente do sindicato, a agência em questão já estava – há vários dias – sem ar-condicionado, tornando o expediente bancário penoso tanto para funcionários quanto para clientes do banco. “Sorocaba passa por dias extremamente quentes e abafados. A falta de ar-condicionado numa agência, de um banco que recentemente se tornou o maior do país, é inadmissível”, frisa Julio, que também teve a colaboração e parceria do diretor do sindicato e funcionário do Itaú, Davi Paes, na ação de fechamento da agência. O local irá ficar com as portas fechadas até a normalização do funcionamento do sistema de refrigeração da agência.

Caixa

Agência sem as mínimas condições de trabalho também é fechada em Sorocaba

A agência Manchester Paulista da Caixa Econômica Federal, localizada na avenida Dr. Armando Pannunzio, em Sorocaba, recebeu a visita surpresa do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região hoje, dia 6 de março e a agência foi fechada por falta de condições de trabalho. Ocorre que a referida agência está sem condições de trabalho devido a vários problemas, entre eles a falta de água e de ar-condicionado.
A ação teve a participação dos diretores do sindicato, Renato Zamuner, Neli Dotto e Maria Aparecida Cassetari (também funcionária da Caixa). “É impossível um banco como a Caixa ficar sem as mínimas condições de trabalho, até água está faltando! Vergonhoso! Fechamos a agência até que a situação seja resolvida”, diz Maria Aparecida Cassetari.

Fonte: SEEB Sorocaba

 

Notícias Relacionadas

Semana reforçou a conscientização sobre o combate às LER/Dort

A data chama atenção para duas doenças que têm relação direta com o trabalho e que atingem milhões de brasileiros Nesta semana, no dia 28 de fevereiro (última quarta-feira) foi o Dia Mundial de combate às Lesões por Esforços Repetitivos (LER) e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (Dort). A data foi escolhida pela Organização Internacional […]

Leia mais

COE e Itaú discutem revisões nos programas de remuneração

Durante a reunião foram apresentadas modificações nos programas. O movimento sindical deve elaborar contraproposta em breve  A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú realizou nesta quarta-feira (28), em São Paulo, uma reunião com a direção do banco para debater questões relacionadas à remuneração dos funcionários. Durante o encontro, o banco apresentou alterações nos […]

Leia mais

Trabalhadores discutem futuro da Fundação Itaú-Unibanco

Em seminário promovido pela Contraf-CUT e COE Itaú trabalhadores debateram caminhos para aumentar representatividade na gestão do fundo de pensão Trabalhadoras e trabalhadores associados à Fundação Itaú-Unibanco se reuniram, nesta quinta-feira (29), em um seminário organizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e pela Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú, […]

Leia mais

Sindicatos filiados