12 bancos são multados por falhas na segurança

30.11.2012

As principais falhas apontadas foram agências com número insuficiente de vigilantes, planos de segurança não renovados e alarmes inoperantes Por Luiza Belloni Veronesi  SÃO PAULO – A Polícia Federal multou 12 bancos no valor total de R$ 1,5 milhão por descumprimento da lei federal sobre as normas de segurança. A ação foi realizada nesta quinta-feira […]

As principais falhas apontadas foram agências com número insuficiente de vigilantes, planos de segurança não renovados e alarmes inoperantes

Por Luiza Belloni Veronesi 

SÃO PAULO – A Polícia Federal multou 12 bancos no valor total de R$ 1,5 milhão por descumprimento da lei federal sobre as normas de segurança. A ação foi realizada nesta quinta-feira (29) durante a 95ª reunião da CCASP (Comissão Consultiva para Assuntos de Segurança Privada), em Brasília.

O Bradesco foi o banco mais multado, com R$ 682,8 mil, seguido do Banco do Brasil, Santander, Itaú Unibanco, HSBC e Caixa Econômica. As principais falhas apontadas foram agências e postos de atendimento com número insuficiente de vigilantes, planos de segurança não renovados, alarmes inoperantes, inauguração de agências sem aprovação de plano de segurança e cerceamento da fiscalização de policiais federais, dentre outras, que resultaram no total de multas no valor de R$ 1.573.876,23.

A agência Vespasiano, da Caixa Econômica Federal, em Belo Horizonte, chegou a ser interditada. Os bancos foram punidos em processos abertos pelas Delesp (delegacias estaduais de segurança privada). Houve ainda aplicação de penalidades contra empresas de segurança, vigilância e transporte de valores e cursos de formação de vigilantes.

Veja abaixo a lista de todos os bancos multados:

Disparidades

"Essas multas confirmam que os bancos tratam com negligência a segurança dos estabelecimentos", ressalta o secretário de imprensa e representante da Contraf-CUT na CCASP, Ademir Wiederkehr. “Recursos não faltam aos bancos para investir mais em segurança”.

Segundo estudo do Dieese, os números dos balanços comprovam a fala do secretário, já que os cinco maiores bancos do País lucraram R$ 36,3 bilhões nos primeiros nove meses de 2012. Já as despesas com segurança e vigilância somaram R$ 2,6 bilhões, o que representa uma média de 6,2% em comparação com o lucro.

Fonte: Infomoney

Notícias Relacionadas

Caixa terá processo seletivo para a escolha dos diretores da FUNCEF

Inscrições já foram iniciadas e seguem até a próxima quinta-feira (9/2) Os cargos de diretor-presidente e diretor de Investimentos e Participações Societárias e Imobiliárias da Fundação dos Economiários Federais (FUNCEF) serão escolhidos por meio de processo seletivo. O anúncio foi feito em edital publicado pela Caixa. As inscrições tiveram início na última sexta-feira (3/2) e […]

Leia mais

Santander implementa teletrabalho em áreas administrativas

Modalidade é válida para áreas administrativas e contemplam eixo São Paulo e Rio de Janeiro O Santander anunciou que irá implementar o teletrabalho (home office). A modalidade é válida para bancários das áreas administrativas, lotados majoritariamente no eixo São Paulo e Rio de Janeiro, segundo as regras previstas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria. As […]

Leia mais

Santander paga PLR e demais adicionais no dia 28 de fevereiro

Representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE/Santander) foram informados nesta terça-feira (01), sobre a data de pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR). O valor será creditado no dia 28 deste mês. Junto com a PLR bancárias e bancários do Santander receberão os percentuais do Programa Próprio de Resultados do Santander (PPRS), do […]

Leia mais

Sindicatos filiados