12 bancos são multados por falhas na segurança

30.11.2012

As principais falhas apontadas foram agências com número insuficiente de vigilantes, planos de segurança não renovados e alarmes inoperantes Por Luiza Belloni Veronesi  SÃO PAULO – A Polícia Federal multou 12 bancos no valor total de R$ 1,5 milhão por descumprimento da lei federal sobre as normas de segurança. A ação foi realizada nesta quinta-feira […]

As principais falhas apontadas foram agências com número insuficiente de vigilantes, planos de segurança não renovados e alarmes inoperantes

Por Luiza Belloni Veronesi 

SÃO PAULO – A Polícia Federal multou 12 bancos no valor total de R$ 1,5 milhão por descumprimento da lei federal sobre as normas de segurança. A ação foi realizada nesta quinta-feira (29) durante a 95ª reunião da CCASP (Comissão Consultiva para Assuntos de Segurança Privada), em Brasília.

O Bradesco foi o banco mais multado, com R$ 682,8 mil, seguido do Banco do Brasil, Santander, Itaú Unibanco, HSBC e Caixa Econômica. As principais falhas apontadas foram agências e postos de atendimento com número insuficiente de vigilantes, planos de segurança não renovados, alarmes inoperantes, inauguração de agências sem aprovação de plano de segurança e cerceamento da fiscalização de policiais federais, dentre outras, que resultaram no total de multas no valor de R$ 1.573.876,23.

A agência Vespasiano, da Caixa Econômica Federal, em Belo Horizonte, chegou a ser interditada. Os bancos foram punidos em processos abertos pelas Delesp (delegacias estaduais de segurança privada). Houve ainda aplicação de penalidades contra empresas de segurança, vigilância e transporte de valores e cursos de formação de vigilantes.

Veja abaixo a lista de todos os bancos multados:

Disparidades

"Essas multas confirmam que os bancos tratam com negligência a segurança dos estabelecimentos", ressalta o secretário de imprensa e representante da Contraf-CUT na CCASP, Ademir Wiederkehr. “Recursos não faltam aos bancos para investir mais em segurança”.

Segundo estudo do Dieese, os números dos balanços comprovam a fala do secretário, já que os cinco maiores bancos do País lucraram R$ 36,3 bilhões nos primeiros nove meses de 2012. Já as despesas com segurança e vigilância somaram R$ 2,6 bilhões, o que representa uma média de 6,2% em comparação com o lucro.

Fonte: Infomoney

Notícias Relacionadas

Eleições Economus – Ainda dá tempo de votar!

Passamos da metade do período do pleito, que vai eleger dois membros ao conselho deliberativo e um membro ao conselho fiscal do Economus. Até esta sexta-feira (19), 28% dos eleitores haviam exercido o direito ao voto. A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB SP/MS) e seus sindicatos […]

Leia mais

Banco do Brasil aprova atualização da Tabela PIP para beneficiar trabalhadores do Previ Futuro

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi […]

Leia mais

Eleições da Funcef: votação segue até sexta-feira (19)

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora Teve início nesta terça-feira (16), a votação para as Eleições Funcef. Participantes dos planos de previdência da Funcef podem votar para definir quem vai ocupar a diretoria de Administração e Controladoria, […]

Leia mais

Sindicatos filiados