Abertura Conjunta do 22º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil e o 27º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa reúnem funcionários de todo o país

07.11.2020

 Mais de seiscentos funcionários dos dois maiores bancos federais na lutam pela Campanha Salarial 2011   Assédio Moral, metas abusivas, correspondentes bancários e terceirização foram os principais assuntos abordados na abertura do 22º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil e o 27º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa, que ocorre neste final de […]

 Mais de seiscentos funcionários dos dois maiores bancos federais na lutam pela Campanha Salarial 2011

 

Assédio Moral, metas abusivas, correspondentes bancários e terceirização foram os principais assuntos abordados na abertura do 22º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil e o 27º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa, que ocorre neste final de semana, dias 09 e 10 de julho, no Expo Center Norte, em São Paulo. Na ocasião, representantes dos dois bancos federais discutem e definem as pautas específicas dos trabalhadores para a Campanha Nacional dos Bancários de 2011.

 

“Iniciamos o Congresso muito bem” disse Cido Roveroni, diretor financeiro da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SPMS), quando destacou a participação de todas as entidades representativas e centrais sindicais presentes, além da integração dos bancos participantes na abertura do evento. “Somos os dois maiores bancos federais do Brasil e temos muitos assuntos em comum e que incomodam toda a categoria”, comentou.

 

 Sobre os temas abordados, Cido também se posiciona dizendo que atualmente os bancos públicos e também os privados abusam das metas impostas e das atitudes tomadas contra os funcionários. “Entendemos que trabalho é necessário. Mas eles também precisam entender que a saúde e a dignidade dos empregados não podem ser prejudicadas”, enfatizou o representante da FEEB-SPMS.

 

O período da manhã foi encerrado com uma palestra de análise de conjuntura do deputado federal Ricardo Berzoini e a votação dos regimentos internos. No período da tarde serão discutidos os assuntos e as plenárias finais do 22º Congresso do BB e do 27º Conecef, também separadas, serão realizadas no domingo. “Acredito muito que teremos discursos enxutos e objetivos para atingir grandes reivindicações”, finalizou Cido.

 

O Congresso reuniu mais de 330 representantes do Banco do Brasil e 410 representantes da Caixa Econômica Federal de todo o Brasil.

 

 

Divulgação/Comunicação FEEB-SPMS

Notícias Relacionadas

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Coe Itaú entrega pauta de reivindicação específica ao Banco

O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú Os representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) Itaú entregaram nesta quinta-feira (23), a pauta de reivindicação específica do banco. O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú. “Reafirmamos o nosso compromisso com o banco de negociação permanente, através da […]

Leia mais

Campanha Nacional: Bancários definem temas das próximas negociações com os bancos

Demissão em massa pelo Mercantil do Brasil no Rio de Janeiro; abono do banco de horas negativas e retirada de pauta do PL 1043/2019, também foram pautas do primeiro dia de negociação O Comando Nacional dos Bancários definiu nesta quarta-feira (22), os temas das reuniões de negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados