Agência de Piracicaba é fechada durante manifesto contra PL 4330

04.07.2013

Um grande ato contra a aprovação do PL 4330 foi organizado pelo SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) nesta quinta-feira, 4, em Piracicaba. Diretoria e funcionários do Sindicato se mobilizaram em frente ao Banco Luso Brasileiro, localizado na Praça José Bonifácio, Centro, para reivindicar contra o Projeto de Lei que prevê a terceirização […]

Um grande ato contra a aprovação do PL 4330 foi organizado pelo SINDBAN (Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região) nesta quinta-feira, 4, em Piracicaba. Diretoria e funcionários do Sindicato se mobilizaram em frente ao Banco Luso Brasileiro, localizado na Praça José Bonifácio, Centro, para reivindicar contra o Projeto de Lei que prevê a terceirização de serviços em bancos e empresas.

Esse projeto abre as portas para a terceirização de todos os setores de qualquer empresa, inclusive os bancos, tendo como consequência a extinção de categorias inteiras. “A aprovação do PL 4330 precariza as relações de trabalho. Não podemos aceitar que seja aprovado, por isso estamos nos mobilizando como os sindicatos de todo o país para que não entre em votação”, afirmou o presidente do SINDBAN e vereador do PT em Piracicaba, José Antonio Fernandes Paiva.

E a primeira resposta positiva às manifestações realizadas em todo o Brasil foi divulgada antes do meio dia. A votação do PL 4330, marcada para a próxima terça-feira, 9, em Brasília, foi adiada. Depois de mais de três horas de reunião, a CUT e demais centrais sindicais conseguiram abrir um processo efetivo de negociação e, mais uma vez, adiar a votação do Projeto de Lei. Depois de muito debate, foi decidida a formação de um grupo de trabalho composto por três trabalhadores, três parlamentares, três representantes do Governo e três empresários, que vão se reunir nos dias 5, 8 e 9 para negociar alterações no PL 4330.

“A suspensão da votação do projeto na CCJ no dia 9, aliada ao processo de negociação quadripartite, é um passo importante para as centrais sindicais e para a classe trabalhadora. Agora, temos a chance de mudar o projeto. Do jeito que está, não aceitamos de jeito nenhum”, enfatizou Paiva. O próximo passo, segundo Paiva, é continuar solicitando e contando com o empenho de cada uma das partes para que o processo avance, de forma rápida e madura, “pois se tiver entendimento a tramitação tanto no Congresso quanto no Governo será muito mais fácil. O ambiente atual é favorável ao entendimento tanto da parte dos trabalhadores quanto dos empresários”.

BANCO LUSO – O Banco Luso de Piracicaba foi o local escolhido para a manifestação e paralisação em função do provável fechamento da agência do Banco em Piracicaba, no segundo semestre deste ano. Dois funcionários já teriam sido demitidos e outros cinco deverão ficar sem emprego a partir do mês de agosto, com o fechamento da agência.

“É um descaso com os colaboradores e clientes a diretoria do Banco não fazer um comunicado público informando sobre o fechamento e, simplesmente, despedir a todos no final do mês. Estamos preocupados com a situação dos bancários que estão lotados nessa unidade, por isso fechamos a agência hoje para atendimento, buscando uma negociação com a diretoria para extensão dos direitos dos bancários”, acrescentou Paiva.

O presidente do SINDBAN entregou ao gerente da agência um ofício, aos cuidados do superintendente do Banco Luso Brasileiro, Walter Romanini, solicitando a garantia, além do que está acordado na Convenção Coletiva de Trabalho, do auxílio creche/babá até dezembro deste ano, indenização adicional de mais três salários, extensão do plano médico por mais seis meses, além da CCT, ticket alimentação/refeição até dezembro de 2013, e que o curso de requalificação profissional no valor de R$ 1.047,11 seja pago na rescisão contratual, em espécie.

Como não houve negociação, o banco permaneceu fechado durante todo o dia. “Conversamos com o gerente da agência e a nossa diretora dentro do Banco que recebeu um retorno da superintendência, afirmando que entrariam em contato para uma negociação. Um passo importante foi dado quando, ainda na manhã de hoje (quinta), os funcionários receberam a informação que receberiam em dinheiro o valor de um curso que seria custeado pelo Banco. Já ficamos felizes por esta vitória, mas vamos lutar por todas as reivindicações”, acrescentou o presidente do SINDBAN.

DIA DE MOBILIZAÇÃO – Paiva também aproveitou o manifesto para informar a população que, na próxima quinta-feira, dia 11, haverá um grande ato em prol do Dia Nacional de Luta. O objetivo é a mobilização em torno da Pauta da Classe Trabalhadora, que acontecerá em todo o país.
“Ainda não sabemos o que será feito neste dia aqui em Piracicaba, mas é bom que todos fiquem preparados para que agências sejam paralisadas e outros atos aconteçam durante todo o dia”, finalizou.

Fonte: Sindicato de Piracicaba 

Notícias Relacionadas

CEBB negocia com o banco cláusulas econômicas e representação sindical

Ao término da negociação, bancários leram manifesto pela democracia Bancários do Banco do Brasil se reuniram nesta sexta-feira (12) com o banco para mais uma negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico dos trabalhadores do Banco do Brasil e do aditivo à […]

Leia mais

Federação dos Bancários orienta Sindicatos para realização de lives na próxima semana

Objetivo é promover o dialogo com a categoria e fortalecer pautas de luta na Campanha Nacional Conforme orientação do Comando Nacional, todo o movimento sindical deve dialogar com a categoria na próxima semana. A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, reforça o pedido para os seus 23 sindicatos filiados, para […]

Leia mais

Negociações entre COE Santander e banco avançam

Esforço dos sindicatos foi fundamental para o avanço de pautas especificas para mulheres Nesta sexta-feira (12), representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander se reuniu com o banco para dar continuidade às negociações da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico […]

Leia mais

Sindicatos filiados