Amanhã tem tuitaço contra a reestruturação do BB Com o uso da hashtag #MeuBBValeMais, sindicatos se manifestarão às 11h

14.01.2021

Com o uso da hashtag #MeuBBValeMais, sindicatos se manifestarão às 11h Nesta sexta-feira (15) acontece a primeira mobilização nas redes sociais contra a reestruturação do Banco do Brasil. Um tuitaço está programado para ocorrer às 11h. a Federação dos Bancários dos Estados de SP e MS, junto com a Comissão de Empresa dos Funcionários do […]

Com o uso da hashtag #MeuBBValeMais, sindicatos se manifestarão às 11h

Nesta sexta-feira (15) acontece a primeira mobilização nas redes sociais contra a reestruturação do Banco do Brasil. Um tuitaço está programado para ocorrer às 11h. a Federação dos Bancários dos Estados de SP e MS, junto com a Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), convocam todos os sindicatos para participar do manifesto com a utilização da hashtag #MeuBBValeMais.

O plano de reestruturação, anunciado pela diretoria do banco nesta semana, prevê o fechamento de agências e outras unidades, um Plano de Demissões Voluntários (PDV) que tem por meta dispensar 5 mil trabalhadores do banco, além de outras medidas que prejudicam os trabalhadores do banco.

A manifestação faz parte do Dia Nacional de Luta, organizado pela Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), por federações e sindicatos de todo o país.
“O objetivo é criarmos um calendário de luta contra essa decisão e em favor dos trabalhadores, da sociedade, de clientes e usuários do banco”, explica Jeferson Boava, presidente da Federação dos Bancários dos Estados de SP e MS.
Dia Nacional de Luta

O Dia Nacional de Luta prevê além do tuitaço, uma mobilização nas unidades, com foco nas agências. Funcionários estão sendo orientados à retardar as atividades por uma hora e ainda, a promover reuniões com os funcionários e diálogo com a população, clientes e usuários. O objetivo da ação é debater os impactos da reestruturação proposta e a organização de futuras mobilizações.

Durante o ato, os funcionários devem usar roupa preta em protesto às novas medidas.

Divulgação

Para uma ampla divulgação dos manifestos, a Feeb SP/MS solicita o encaminhamento de imagens e releases das entidades, para o endereço eletrônico secretariageral@feeb-spms.org.br. "Contamos com a participação de todos para mostrarmos a efetiva força do movimento sindical no país”, conclui Boava.

Outras programações
Até o dia 18 de janeiro devem acontecer plenárias organizativas com os funcionários do banco para avaliação do quadro e debater a organização e resistência às medidas da direção do BB.
Cabe destacar que as mobilizações propostas devem considerar os protocolos de prevenção ao contágio da COVID-19 e, na medida do possível, realizar atos presenciais.
 

Notícias Relacionadas

Bancários aprovam acordos de trabalho do Santander

97,18% dos funcionários aprovaram o acordo com o banco Bancários do banco Santander de todo o país aprovaram, nesta quinta-feira (22), com 97,18% dos votos, o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) geral dos funcionários, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária, o ACT do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e […]

Leia mais

Negociação dos Financiários continua sem avanços

Financeiras apresentam proposta abaixo da expectativa da categoria Representantes dos Financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reuniram nesta quinta-feira (22) para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria. A pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho, foi entregue no dia 15 […]

Leia mais

Bancários do Santander participam de Assembleia nesta quinta-feira (22/9)

Votação acontece em plataforma eletrônica das 8h às 20h Nesta quinta-feira (22), bancários do Santander de todo o país participam de Assembleias para avaliar o Acordo Coletivo de Trabalho, o Acordo Coletivo de Trabalho sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PPRS) e o Termo de Relações Laborais, todos com validade por dois anos. Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados