Após ações contra o BB, justiça restabelece pagamento da gratificação de caixa

19.02.2021

Retirada de gratificação fazia parte do plano de reestruturação do BB O juiz Antonio Umberto de Souza Junior, da 6ª Vara do Trabalho de Brasília, concedeu ontem (18) liminar que restabelece o pagamento da gratificação de caixa no Banco do Brasil, em ação ingressada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). Fonte: Agência […]

Retirada de gratificação fazia parte do plano de reestruturação do BB

O juiz Antonio Umberto de Souza Junior, da 6ª Vara do Trabalho de Brasília, concedeu ontem (18) liminar que restabelece o pagamento da gratificação de caixa no Banco do Brasil, em ação ingressada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).


Fonte: Agência Brasil 

A gratificação tinha sido extinta pelo recente plano de reestruturação e foi colocada em prática no último dia 10 de fevereiro, quando o Banco negou reivindicações e retirou funções dos caixas.

“O Banco teve a oportunidade de negociar conosco temas da reestruturação como a questão dos caixas e negou as reivindicações.. Diante desse contexto, as ações judiciais foram adotadas para fazer esse enfrentamento”, pontua o presidente da Feeb, Jeferson Boava.

Decisão
Com abrangência nacional, a liminar determina que o BB suspenda a “implementação do novo modelo de atuação, designação e remuneração dos caixas executivos”. A decisão determina, ainda, que os caixas executivos devem ser mantidos em atividade em 11 de janeiro deste ano (data em que o banco anunciou o plano de reestruturação) em seus cargos, com garantia de pagamento da gratificação, até o julgamento final da ação. Caso a folha de pagamento referente ao mês de fevereiro já tenha sido fechada, o BB deve emitir a folha suplementar. O banco pode recorrer.

Ações Feeb SP/MS
A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) ingressou neste mês com três ações contra o banco, reforçando assim, a luta da categoria contra as decisões que prejudicam bancários e bancárias de todo o país.

Dentre as ações ingressadas pela LBS Advogados estão:
Ação de incorporação da gratificação de função dos descomissionados; Ação de vedação das remoções compulsórias para outra praça: e Ação de manutenção do plano plus aos egressos do bcn, contribuindo integralmente (parte empregado e empregador).

“Seguimos a estratégia nacional e entramos com as ações junto com demais entidades e a Comissão de Empresas dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), hoje temos uma grande vitória com a decisão da ação da Contraf”, ressalta Boava.

Discussão
Na próxima segunda-feira (22) a Feeb se reúne com o Comando Nacional e demais representantes do Banco do Brasil e levará o conteúdo demandado na plenária da última quarta-feira (17) para discussão nacional.

 

Notícias Relacionadas

Comando Nacional dos Bancários entregará minuta de reivindicações à Fenaban no dia 18

No mesmo dia, trabalhadores do BB e da Caixa farão a entrega das minutas específicas de cada banco O Comando Nacional dos Bancários entregará à Federação Nacional do Bancos (Fenaban), na próxima terça-feira (18), a minuta de reivindicações que servirá de base à Campanha Nacional de 2024, para a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho […]

Leia mais

Bancários aprovam minuta de reivindicações da Campanha Nacional 2024

Documento, que servirá de base à renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, será entregue à Fenaban no próximo dia 18 Bancárias e bancários, de todo o Brasil, aprovaram, em assembleias realizadas nesta quinta-feira (13), a minuta de reivindicações que servirá de base à Campanha Nacional de 2024, para a renovação da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Contraf-CUT pede informações à Caixa sobre PDV

Objetivo é garantir a transparência do processo e amenizar ansiedade dos trabalhadores A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) enviou, nesta terça-feira (11), um ofício à Caixa Econômica Federal solicitando informações sobre o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) do banco. No ofício, a Contraf-CUT observa que “o prazo de adesão” ao PDV “se […]

Leia mais

Sindicatos filiados