Após ato na Paulista, BB marca reunião para o dia 16

13.09.2013

Bancários de várias regiões do Estado de São Paulo participaram de manifestação nesta sexta, que paralisou superintendência do banco Os Sindicatos dos Bancários de Campinas, Franca, Guaratinguetá, Ribeirão Preto, Santos, São José dos Campos, Rio Preto e Sorocaba, entidades filiadas à Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, participaram nesta sexta-feira, […]

Bancários de várias regiões do Estado de São Paulo participaram de manifestação nesta sexta, que paralisou superintendência do banco

Os Sindicatos dos Bancários de Campinas, Franca, Guaratinguetá, Ribeirão Preto, Santos, São José dos Campos, Rio Preto e Sorocaba, entidades filiadas à Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, participaram nesta sexta-feira, 13, de manifestação que parou a superintendência do Banco do Brasil na av. Paulista. A paralisação foi para exigir proposta decente do banco na mesa de negociação específica da Campanha Nacional 2013, além de alertar os funcionários e a população quanto à terceirização praticada pela BB, que tem precarizado as condições de trabalho. 

A atividade foi coordenada pela Federação dos Bancários de SP e MS, Sindicato de São Paulo e Fetec SP. Também participaram os sindicatos do ABC, Jundiaí e Bragança Paulista.

Terceirização

Dirigentes sindicais criticaram a tentativa do BB de terceirizar até a atividade-fim, por meio da Cobra Tecnologia, que recentemente passou por mudanças em seu estatuto e agora é denominada “BB Tecnologia e Serviços”.

Negociação dia 16

Durante a manifestação, os representantes dos trabalhadores foram informados que o Banco do Brasil agendou para a próxima segunda-feira, 16, às 15h, em Brasília, negociação para discutir as reivindicações específicas do funcionalismo do BB.
 

LEIA TAMBÉM 
>> Bancários de Santos participam de protesto contra terceirização no Banco do Brasil

>> Sindicato dos Bancários de Franca participa de paralisação na DISAP 

Notícias Relacionadas

Campanha Nacional: Combate ao Assédio Moral volta a ser negociado com Federação Nacional dos Bancos (Fenaban)

Bancos negam que causa de adoecimento está relacionada à cobrança de metas O Comando Nacional dos Bancários se reuniu com a Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (15), para mais uma negociação. O combate ao assédio moral foi novamente tema do debate. Apesar de mais uma vez os bancos negarem que a causa do adoecimento […]

Leia mais

CEBB negocia com o banco cláusulas econômicas e representação sindical

Ao término da negociação, bancários leram manifesto pela democracia Bancários do Banco do Brasil se reuniram nesta sexta-feira (12) com o banco para mais uma negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico dos trabalhadores do Banco do Brasil e do aditivo à […]

Leia mais

Federação dos Bancários orienta Sindicatos para realização de lives na próxima semana

Objetivo é promover o dialogo com a categoria e fortalecer pautas de luta na Campanha Nacional Conforme orientação do Comando Nacional, todo o movimento sindical deve dialogar com a categoria na próxima semana. A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, reforça o pedido para os seus 23 sindicatos filiados, para […]

Leia mais

Sindicatos filiados