Bancários atrasam em 1h abertura de 29 agências no centro de Campinas

11.07.2013

A participação da categoria bancária no Dia Nacional de Luta, hoje (11/07), convocado pelas centrais sindicais, foi marcada na manhã desta quinta-feira com atraso de 1h na abertura de 29 agências de bancos públicos e privados instaladas na área central de Campinas, sob coordenação do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região; com atendimento normal […]

A participação da categoria bancária no Dia Nacional de Luta, hoje (11/07), convocado pelas centrais sindicais, foi marcada na manhã desta quinta-feira com atraso de 1h na abertura de 29 agências de bancos públicos e privados instaladas na área central de Campinas, sob coordenação do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região; com atendimento normal às 11h. Na mesma manhã, passeata pela Avenida Francisco Glicério em direção ao Largo do Pará, partindo da estação Cultura e passando pelo Largo da Catedral, reuniu centenas de trabalhadores e movimentos sociais. No final da tarde de hoje, às 17h, concentração no Largo do Rosário.

Pauta unitária

O Dia Nacional de Luta, convocado pelas centrais sindicais CTB, Força Sindical, UGT, CSP/Conlutas, CGTB, CSB, NCST, Intersindical e CUT, tem como objetivo destravar a pauta da classe trabalhadora no Congresso. Veja a seguir as bandeiras unitárias:

– contra o PL 4330, da "terceirização", que retira direitos dos trabalhadores brasileiros e precariza ainda mais as relações de trabalho.
– Transporte público de qualidade.
– 10% do orçamento da União para a saúde pública.
– 10% do PIB para a educação pública.
– fim do fator previdenciário.
– redução da jornada de trabalho para 40 horas sem redução de salários.
– Reforma Agrária.
– suspensão dos leilões de petróleo.

Agências fechadas em Campinas

Banco do Brasil: Centro, Glicério, Conceição e Dr. Quirino.
Bradesco: Centro, Glicerinho, Prime e Conceição.
Caixa Federal: Centro, Largo do Rosário e Conceição.
Citibank: Centro.
HSBC: Centro.
Itaú: Centro, Glicério, Fórum, General Osório, Nova Glicério, Personnalité e Senador Saraiva.
Mercantil do Brasil: Centro.
Safra: Centro.
Santander: Campos Sales, Centro, Largo do Rosário, Glicério, Senador Saraiva, General Osório e Barão de Jaguara.

Fonte: Jairo Gimenez – Sindicato dos Bancários de Campinas

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados