Bancários da Feeb SP/MS finalizam ciclo de debates regionais

25.04.2014

3º e último encontro regional aconteceu nesta sexta, em Caraguatatuba, e reuniu mais de 60 participantes dos Sindicatos de Campinas, Marília, Piracicaba, São Carlos e Três Lagoas. Propostas dos encontros serão deliberadas na Conferência Interestadual, em maio   A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) concluiu nesta sexta-feira, […]

3º e último encontro regional aconteceu nesta sexta, em Caraguatatuba, e reuniu mais de 60 participantes dos Sindicatos de Campinas, Marília, Piracicaba, São Carlos e Três Lagoas. Propostas dos encontros serão deliberadas na Conferência Interestadual, em maio
 

A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) concluiu nesta sexta-feira, 25, em Caraguatatuba, a série de debates promovidos pela entidade para discutir temas e estratégias para a Campanha Nacional de 2014.

O 3º Encontro Regional de Bancários (Erban) contou com a participação de mais de 60 bancários dos Sindicatos de Campinas, Marília, Piracicaba, São Carlos e Três Lagoas. Os presidentes dos sindicatos destacaram na mesa de abertura que esses encontros são fundamentais para preparar os dirigentes e amadurecer os temas da Campanha.

> Veja mais fotos em nossa galeria no facebook. Clique aqui.

Cido Roveroni destacou que esse ano tem “um calendário atípico, com copa no Brasil e eleições”. O dirigente reforçou a importância de fortalecer a representação dos trabalhadores e lembrou a luta travada contra o PL 4330 ano passado, que impediu que o projeto passasse na Câmara. “Porém não acabou. Temos de ficar atentos pois logo o PL da terceirização que precariza e ameaça o trabalho do bancário pode voltar à pauta”, alerta.

O secretário-geral da Feeb SP/MS e presidente do Sindicato de Campinas, Jeferson Boava, enfatizou que a base já está concluindo um ciclo de debate sobre a campanha e isso é muito importante, pois possibilita acúmulo de discussões que servem para subsidiar os representantes da entidade no Comando Nacional. “Nos próximos dias 28, 29 e 30 será realizado, em Brasília, um seminário do Comando sobre PLR, estarei lá representando a Federação e o Sindicato e as contribuições dos Erbans serão levadas para o debate. Já estamos construindo a campanha coletivamente”, enfatiza.

José Antônio Fernandes Paiva, vice-presidente da Feeb SP/MS, levantou como andam os preparativos das entidades para a campanha e de que forma estão dispostos a participar. “É indispensável estar à disposição. O companheiro que vem aqui participar e contribuir com a discussão não está na zona de conforto, está à disposição. Está disposto a servir e não a servir-se do movimento. Todos temos um papel e os nossos adversários não estão nos sindicatos ou na federação, eles estão na Fenaban e em cada banco. Somos um grupo forte e teremos ainda mais força se cada um der sua participação”, finaliza.

Igualdade, Segurança e Saúde

Após a abertura, aconteceram painéis sobre igualdade, segurança e saúde.

O primeiro painel foi apresentado por Angela Savian que representa a Feeb SP/MS nas discussões sobre gêneros, raça, cor e orientação sexual. A dirigente sindical chamou atenção para alguns dados de pesquisa divulgada pelo Dieese em março que mostra as desigualdades existentes no sistema financeiro. “As mulheres mesmo mais escolarizadas ganham menos que os homens e são minoria nos cargos de direção. Temos o desafio de mudar isso”, exclama Angela.

Segundo a pesquisa do Dieese, na média do sistema financeiro, as mulheres ganham 23,9% menos que os homens. Mas cresce a diferença salarial em relação aos trabalhadores do sexo masculino à medida que as mulheres vão ascendendo na carreira e aumentando a sua escolarização. A remuneração média dos homens gerentes, por exemplo, é de R$ 7.251 e o das mulheres gerentes cai para R$ 5.221 – uma diferença de 38,8%.

Angela falou chamou atenção ainda para o número de negros e deficientes que ocupam cargos de direção nos bancos e conclamou os dirigentes presentes a intensificar a divulgação do Censo da Diversidade, para que ao ter um mapa dessa desigualdade a categoria possa também elaborar mais mecanismos que promovam a igualdade. “O prazo para responder o Censo terminaria hoje, mas foi prorrogado. Portanto, temos mais alguns dias para aumentar a divulgação e conseguir que mais bancários participem do levantamento. O questionário tem 20 questões e garanto que não demora mais de 10 minutos para responder”, disse.

O questionário está disponível no site: www.febraban-diversidade.org.br. Participe!

Júlio Cesar machado falou sobre o andamento do projeto-piloto de segurança conquistado na Campanha de 2012 e implantado em Recife,
Olinda e Jaboatão dos Guararapes, seus avanços e limitações. “Queremos que o projeto seja estendido para outras cidades. Nas cidades em que foi instalado, em 8 meses, os assaltos já foram reduzidos em 30%, o que mostra a eficácia do projeto", afirma Julio.

Para fechar, Gustavo Frias, que representa a Feeb SP/MS no Coletivo Nacional de Saúde, fez um retrospecto das discussões e avanços acerca do tema na mesa temática e grupo bipartite conquistado na Campanha de 2013 para investigar as causas dos afastamentos no setor. “Na última reunião que tivemos com os bancos eles ficaram de informar os dados dos afastamentos de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Salvador, Florianópolis, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife e Fortaleza. Os dados estão sendo analisados pelo Dieese e DIEESE e após conclusão da análise o grupo bipartite volta a se reunir”, conta.

Grupos temáticos

Três grupos temáticos se reuniram ainda pela manhã para discutir:

1- Remuneração, emprego, estratégias e táticas de campanha;
2- Saúde, condições de trabalho, estratégias e táticas de campanha;
3- Segurança, estratégias e táticas de campanha.

À tarde as propostas dos grupos foram apresentadas a todos os presentes e serão levadas à Conferência Interestadual, marcada para os dias 29 e 30 de maio, que vai definir as reivindicações dos 23 sindicatos filiados à Feeb SP/MS para a conferência Nacional.

PLR
Após as apresentações, os participantes voltaram se dividir em grupos para discutir o formato da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).
 

Maricélia Franco – Feeb SP/MS 

Notícias Relacionadas

CEBB negocia com o banco cláusulas econômicas e representação sindical

Ao término da negociação, bancários leram manifesto pela democracia Bancários do Banco do Brasil se reuniram nesta sexta-feira (12) com o banco para mais uma negociação da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico dos trabalhadores do Banco do Brasil e do aditivo à […]

Leia mais

Federação dos Bancários orienta Sindicatos para realização de lives na próxima semana

Objetivo é promover o dialogo com a categoria e fortalecer pautas de luta na Campanha Nacional Conforme orientação do Comando Nacional, todo o movimento sindical deve dialogar com a categoria na próxima semana. A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, reforça o pedido para os seus 23 sindicatos filiados, para […]

Leia mais

Negociações entre COE Santander e banco avançam

Esforço dos sindicatos foi fundamental para o avanço de pautas especificas para mulheres Nesta sexta-feira (12), representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Santander se reuniu com o banco para dar continuidade às negociações da Campanha Nacional dos Bancários 2022, que tem por objetivo a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico […]

Leia mais

Sindicatos filiados