Bancários de Campinas aprovam acordos com Fenaban, BB e Caixa Federal.

26.09.2012

Reunidos em assembleia hoje (26/09) à noite, na sede do Sindicato da categoria, os bancários de Campinas e Região aprovaram a proposta de acordo com a Fenaban, negociada ontem (25/09), encerrando a greve que hoje completou nove dias. As propostas de acordos específicos com Banco do Brasil e Caixa Federal também foram aprovadas em assembleias. […]

Reunidos em assembleia hoje (26/09) à noite, na sede do Sindicato da categoria, os bancários de Campinas e Região aprovaram a proposta de acordo com a Fenaban, negociada ontem (25/09), encerrando a greve que hoje completou nove dias. As propostas de acordos específicos com Banco do Brasil e Caixa Federal também foram aprovadas em assembleias.

O novo acordo com a Fenaban prevê reajuste de 7,5% para os salários (que inclui aumento real de 2%) e de 8,5% para os pisos, vales alimentação e refeição (2,95% de aumento real). Quanto a PLR, a parte fixa e o teto da PLR adicional subiriam 10% (aumento real de 4,37%); o que equivale a um valor fixo de R$ 1.540,00. Já o teto da PLR adicional passa para R$ 3.080,00.

Para o presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas e Região, Jeferson Boava, a nova proposta da Fenaban – antes da greve propôs reajuste de 6% (incluindo aumento real de apenas 0,58%) – e as propostas específicas do BB e Caixa Federal, só foram apresentadas depois da forte paralisação nacional. “A Fenaban se calou depois do dia 28 de agosto, quando apresentou a proposta de 6% de reajuste, assim como os dois bancos públicos. O silêncio dos Bancos durou até o oitavo dia da greve, que crescia a cada dia. Os acordos aprovados refletem o poder de pressão da categoria”.

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados