Bancários de Franca aprovam proposta e encerram greve

26.09.2012

Os bancários de Franca e região reuniram-se em assembleia na noite de hoje (26/09), na Sede Social do Sindicato, para apreciar a contra proposta da Fenaban apresentada na negociação que ocorreu na tarde de terça-feira (25/09). Diretores do Sindicato fizeram uma apresentação das propostas da Fenaban e também das cláusulas específicas do Banco do Brasil […]

Os bancários de Franca e região reuniram-se em assembleia na noite de hoje (26/09), na Sede Social do Sindicato, para apreciar a contra proposta da Fenaban apresentada na negociação que ocorreu na tarde de terça-feira (25/09).

Diretores do Sindicato fizeram uma apresentação das propostas da Fenaban e também das cláusulas específicas do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal para o plenário, que após os devidos esclarecimentos votou pela aceitação ou não das propostas. 

Os funcionários dos bancos públicos e privados presentes à assembleia aprovaram as propostas por unanimidade. Assim, a greve em Franca e nas dezesseis cidades que compõem a base do Sindicato encerram a greve que durou nove dias. 

“A força da greve nacional fez com que os bancários conquistassem novamente um aumento real nos salários e tivessem o piso salarial valorizado, além de um crescimento na PLR”, disse o vice-presidente do Sindicato Osório Carbone ao final da assembleia.

Confira abaixo as principais propostas aprovadas:
Reajuste salarial de 7,5%;
Reajuste de 8,5% nos tickets;
Reajuste de 10% na parcela fixa da PLR e também no teto da PLR Adicional;
Piso salarial: R$ 1.519,00;

Auxílio-Refeição: 22 tickets de R$ 472,12
Auxílio-Cesta Alimentação: R$ 367,92;

13ª Cesta-Alimentação: R$ 367,92;
Auxílio-Creche/Babá (Filhos até a idade de 71 meses): R$ 306,21;

Auxílio-Creche/Babá (Filhos até a idade de 83 meses): R$ 261,95;

Auxílio Funeral: R$ 702,59;
Indenização por morte ou incapacidade decorrente de assalto: R$ 104.770,61.

PLR

Regra Básica

90% do salário já reajustado, acrescido do valor fixo de R$ 1.540,00, limitado a R$ 8.414,34. Se o total apurado na aplicação da Regra Básica ficar abaixo de 5% do lucro líquido do exercício de 2012, utilizar multiplicador até atingir esse percentual ou 2,2 salários do empregado, limitado a R$ 18.511,54, o que ocorrer primeiro.

O total apurado na aplicação da Regra Básica estará limitado a 13% do lucro líquido apurado no exercício de 2012.

Os valores individuais apurados na aplicação da Regra Básica poderão ser compensados no pagamento dos planos próprios de participação em lucros ou resultados.
Parcela Adicional
2% do lucro líquido apurado no exercício de 2012, dividido pelo número de empregados elegíveis de acordo com as regras da convenção, em partes iguais, até o limite individual de R$ 3.080,00. Os valores individuais relativos à Parcela Adicional não serão compensáveis com valores devidos em razão de planos próprios.

ANTECIPAÇÃO DA PLR

Regra Básica
54% do salário já reajustado, acrescido do valor fixo de R$ 924,00, limitado ao valor individual de R$ 5.048,60 e ao teto de 13% do lucro líquido do banco apurado no 1º semestre de 2012, o que ocorrer primeiro. No pagamento da antecipação da Regra Básica da PLR o banco poderá compensar os valores já pagos ou que vierem a ser pagos a esse título, referentes ao exercício de 2012.

Parcela Adicional
O valor desta parcela da antecipação será determinado pela divisão linear da importância equivalente a 2% do lucro líquido apurado no 1º semestre de 2012, pelo número total de empregados elegíveis de acordo com as regras da convenção, em partes iguais, até o limite individual de R$ 1.540,00. A antecipação da PLR Adicional não será compensável com valores devidos em razão de planos próprios.
A antecipação da PLR será creditada dez dias após a assinatura da Convenção Coletiva e a segunda parcela deve ser paga até o dia 01 de março de 2013.

Os dias parados não serão descontados e serão compensados até o dia 15 de dezembro de 2012. 

Fonte: SEEB Franca

Notícias Relacionadas

Trabalhadores do Itaú entregam pauta específica de reivindicações no dia 25

Documento é resultado do encontro nacional, realizado em São Paulo, no dia 6 de junho A Comissão de Organização dos Empregados (COE) vai entregar a minuta específica de reivindicações ao Itaú na próxima terça-feira (25). O documento servirá de base para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico do banco. As reivindicações foram […]

Leia mais

Intransigência da Caixa encerra negociações sobre redução de jornada para pais/mães e responsáveis por PcD e neurodivergentes (TEA)

Banco retira da proposta a concessão para empregados PcD, impõe uma série de travas para permitir a redução da jornada para pais/mães/responsáveis de PcD e encerra mesa de negociações após receber questionamentos sobre pontos sensíveis da proposta A reunião que negociaria a redução de jornada para empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal com deficiência […]

Leia mais

Caixa afirma que contencioso é insignificante, mas dados disponíveis demonstram o oposto

Fonte: APCEF/SP com informações da Fenae Em uma live realizada nesta terça-feira (18), a Funcef (Fundação dos Economiários Federais) e a Caixa anunciaram que estão abordando o contencioso trabalhista. Segundo Leonardo Groba, diretor jurídico da Caixa, o contencioso atual estaria estimado em cerca de R$ 500 milhões, “não tem grandes proporções, mas a Caixa possui […]

Leia mais

Sindicatos filiados