Bancários de Franca ratificam rejeição da proposta da Fenaban e instauram assembleia permanente

13.09.2013

Atendendo convocação do Sindicato, os bancários de Franca e região reuniram-se em assembléia na noite desta quinta-feira (12/09) na sede social da entidade. Na pauta estava a avaliação e deliberação sobre a rejeição da contraproposta apresentada pela Fenaban e instauração de assembléia permanente para autorizar, a qualquer momento, paralisação por tempo indeterminado a partir do dia […]

Atendendo convocação do Sindicato, os bancários de Franca e região reuniram-se em assembléia na noite desta quinta-feira (12/09) na sede social da entidade. Na pauta estava a avaliação e deliberação sobre a rejeição da contraproposta apresentada pela Fenaban e instauração de assembléia permanente para autorizar, a qualquer momento, paralisação por tempo indeterminado a partir do dia 19 de setembro.

O presidente do Sindicato, Edson Santos, fez um relato aos presentes sobre tudo o que ocorreu nas rodadas de negociações com a Fenaban, Banco do Brasil e com a Caixa Federal, que foram iniciadas ainda na primeira quinzena de agosto.

Edson destacou que as negativas dos banqueiros em atender às reivindicações dos bancários deram a tônica das reuniões e que os bancos mais uma vez demonstraram que não valorizam seus funcionários.

Após os esclarecimentos e ponderações o plenário foi submetido à votação da pauta do dia, que ratificou a rejeição da proposta e autorizou a instauração da assembleia permanente, ou seja, a qualquer momento os bancários poderão ser novamente convocados para decidir pela deflagração da greve a partir do dia 19 de setembro por tempo indeterminado. A votação contou ainda com duas abstenções.

“A instauração da assembleia permanente dará agilidade ao processo de convocação de uma nova assembleia, já que não teremos que cumprir agora os ritos obrigatórios que a legislação impõe. A partir desta sexta-feira a mobilização vai se intensificar e os bancários devem procurar por informações na sua fonte segura, que é o Sindicato”, alertou Edson. 

LEIA TAMBÉM 
Bancários entram em greve por tempo indeterminado no dia 19

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados