Bancários de Santos aprovam 8,5% de aumento e 9% para o piso e encerram greve

07.10.2014

No 7º dia de greve, 06/10/2014, os bancários realizaram assembleia e aprovaram a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de 8,5% de reajuste e 9% para o piso da categoria. Com isso o índice teve aumento acima da inflação de 2,02% nos salários e demais verbas salariais, 2,49% acima da inflação nos pisos. Além […]

No 7º dia de greve, 06/10/2014, os bancários realizaram assembleia e aprovaram a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de 8,5% de reajuste e 9% para o piso da categoria. Com isso o índice teve aumento acima da inflação de 2,02% nos salários e demais verbas salariais, 2,49% acima da inflação nos pisos. Além disso, teve aumento de 12,2% no vale-refeição.

Caixa Econômica Federal aplica 9% de reajuste

A Caixa aplicará os 9% (2,49% acima da inflação), definidos na mesa da Fenaban para reajuste do piso da categoria, em todos os níveis das tabelas salariais de cargo efetivo.

BB propõe 9% no piso

O BB propõe reajuste de 9% (2,5% acima da inflação) no piso e na carreira da antiguidade e 8,5% no valor de referência.

BB e Caixa rejeitam, mas seguem a maioria nacional

Os funcionários do Banco do Brasil e empregados da Caixa Econômica Federal rejeitaram as propostas específicas, porém, seguiram a maioria das assembleias (em nível nacional) e todos voltarão ao trabalho nesta terça, dia 07/10.

“A greve forte fez os banqueiros recuarem na decisão de apenas oferecer 7% de reajuste na primeira proposta (19/09) e 7,35% na segunda proposta dia 27/09/2014, depois de enrolarem desde agosto/2014, quando começaram as negociações. Agora vamos continuar a luta contra as terceirizações que querem implantar de forma geral no País”, diz Ricardo Saraiva Big, Presidente do Sindicato dos Bancários de Santos e Região e Secretário de Relações Internacionais da Intersindical-Central da Classe Trabalhadora.
 
Fonte: Sindicato dos Bancários de Santos 

Notícias Relacionadas

Bancários querem mais contratações, fim das demissões e da precarização

Comando Nacional propõe maior equilíbrio entre dias trabalhados, com momentos de descanso e lazer, com redução da jornada para quatro dias; proposta pode aumentar produtividade e satisfação com o emprego O Comando Nacional dos Bancários se reuniu na manhã desta segunda-feira (27) com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na segunda reunião de negociação da […]

Leia mais

Bancários negociam com Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (27)

Temas Emprego e Terceirização são os primeiros temas a serem discutidos A Campanha Nacional do Bancário, iniciada na última semana, segue hoje (27) com mais uma negociação. Federações, associações e representação sindical negociam com a Federação Nacional dos Bancos as pautas “Emprego e Terceirização”. Os temas foram definidos pelo Comando Nacional dos Bancários na última […]

Leia mais

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Sindicatos filiados