Bancários do Santander conquistam estabilidade pré-aposentadoria

26.06.2020

Bancários do Santander conquistaram nesta semana, na norma coletiva da categoria, a inserção da cláusula “Estabilidades Provisórias de Emprego”, que prevê a estabilidade no período que antecede a aposentadoria, conforme cláusula 27.  A conquista foi gerada após insegurança jurídica decorrente da Reforma da Previdência, que levantou o questionamento sobre a situação dos bancários no período […]

Bancários do Santander conquistaram nesta semana, na norma coletiva da categoria, a inserção da cláusula “Estabilidades Provisórias de Emprego”, que prevê a estabilidade no período que antecede a aposentadoria, conforme cláusula 27. 

A conquista foi gerada após insegurança jurídica decorrente da Reforma da Previdência, que levantou o questionamento sobre a situação dos bancários no período de estabilidade pré-aposentadoria antes e depois da reforma. 

O Sindicato, por sua vez, se antecipou às possíveis demissões de bancários que estavam em estabilidade e que saiu da estabilidade em decorrência da reforma da previdência, e firmou com o Banco Santander o termo de compromisso prevendo que as estabilidades pré-aposentadoria nesta situação sejam mantidas. Para isso, o bancário deverá apresentar um comunicado ao banco até o dia 31 de agosto de 2020, sem validade da apresentação do comunicado no ato da demissão.

Termo de compromisso

“(…) serão assegurados aos empregados ativos na data da assinatura do presente termo que cumprirem integralmente e cumulativamente os seguintes requisitos:

a) Ter entregue até 11/11/2019, data anterior a vigência da Emenda Constitucional 103, de 12 de novembro de 2019, ou para aqueles que ainda não o fizeram, que preferencialmente o façam de forma imediata e, no limite, até 31 de agosto do presente ano, restando proibida a comunicação apenas no momento de eventual rompimento de contrato, a comunicação escrita referida na alínea “a” do Parágrafo Primeiro da Cláusula 27 da Convenção Coletiva de Trabalho 2018/2020.

b) O empregado estar enquadrado na regra de transição previsto no Artigo 17 da Emenda Constitucional 103, de 12 de novembro de 2019.”

Importância do comunicado

O termo de compromisso possibilita que o bancário do Santander que se enquadre nesta situação, apresente o comunicado de estabilidade ao banco com a máxima urgência e desta forma, tem a preservação do emprego.  

 

Notícias Relacionadas

União faz a força dos trabalhadores e consagra o “22 de Maio por mais Direitos” em Brasília

23/05/2024 A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS) foi representada pelo presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas, Lourival Rodrigues, durante o 22 de Maio por Mais Direito, realizado ontem (22), em Brasília. O ato uniu a classe trabalhadora de todo o Brasil em […]

Leia mais

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Sindicatos filiados