Bancários e bancárias do Itaú aprovam acordo coletivo de teletrabalho

07.12.2020

Acordo é resultado de rodadas de negociação entre representantes do Banco e COE Itaú Na última semana, entre os dias, 03 e 04 de dezembro, funcionários da base sindical da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, participaram das assembleias virtuais para apreciação e deliberação do […]

Acordo é resultado de rodadas de negociação entre representantes do Banco e COE Itaú

Na última semana, entre os dias, 03 e 04 de dezembro, funcionários da base sindical da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, participaram das assembleias virtuais para apreciação e deliberação do acordo coletivo de Teletrabalho. A orientação da Feeb SP MS foi pela aprovação do acordo. Em votação, os sindicatos participantes aprovaram o acordo que regulamenta o teletrabalho. 

“Tivemos uma ótima participação dos sindicatos que demonstraram empenho na aprovação do acordo que resulta de uma série de negociações para chegar a um consenso que não prejudique o funcionário e venha ao encontro das necessidades exigidas pelo teletrabalho”, destaca Reginaldo Breda, secretário geral da Feeb SP/MS.
O acordo regulamenta o teletrabalho de aproximadamente 38 mil trabalhadores do Itaú no país, denominado pelo banco de First Remote. Pelos termos, o empregado tem de comparecer ao local de trabalho quatro vezes no mês.

Acordo
O acordo foi definido durante rodadas de negociação entre representantes do Banco e Comissão de Organização dos Empregados e estabelece a definição para o trabalho remoto, bem como modalidades,ajuda de custo, equipamentos e cadeira adequada fornecidos pelo banco, manutenção do VR e VA nos termos da SST (Convenção Coletiva de Trabalho), dentre outros.

A adesão ao teletrabalho é facultativa ao funcionário. Para controle da jornada, o Banco implantará um sistema de controle para evitar que excesso de trabalho e solicitações fora do expediente. O documento formalizou ainda, questões sobre desconexão, manutenção de cuidados especiais com a saúde, canais de atendimento contra a violência doméstica, manutenção de auxílios alimentação, vale-refeição e vale-transporte.

Na próxima quarta-feira, 09, é a vez dos funcionários do Banco do Brasil analisarem e votarem o acordo.

Confira abaixo os principais pontos do acordo:

Ajuda de custo
Ajuda de custo semestral, que não integra na remuneração, no valor de R$ 480,00, totalizando R$ 960,00 por ano. Para 2020, seria paga uma parcela única de R$ 160,00, referente aos meses de novembro e dezembro.

Equipamentos
O banco vai disponibilizar equipamentos a serem retirados pelos trabalhadores (notebook, cadeira, teclado e mouse).

Saúde
O Itaú deve orientar os funcionários sobre as medidas de prevenção de doenças e acidentes de trabalho.

Vale-transporte
O banco deve conceder valor proporcional à necessidade de deslocamento presencial do trabalhador, que tem de estar presente no local de trabalho quatro vezes ao mês.

Vales refeição e alimentação
Serão mantidos, da mesma forma como prevê a Convenção Coletiva de Trabalho, os vales refeição e alimentação.

Jornada
A jornada será controlada através do ponto eletrônico e ficam garantidos os intervalos de almoço e descanso.

Benefícios
O banco firmará convênio com operadoras de internet, academias, fast foods, restaurantes, entre outros.

Outros pontos
Estão incluídos no acordo o ponto eletrônico, que já é praticado; e a quitação das horas extras, garantindo que os funcionários recebam as horas extras de acordo com o previsto na lei, não impactando nas 7º e 8º horas.

 

Notícias Relacionadas

Bancários aprovam acordos de trabalho do Santander

97,18% dos funcionários aprovaram o acordo com o banco Bancários do banco Santander de todo o país aprovaram, nesta quinta-feira (22), com 97,18% dos votos, o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) geral dos funcionários, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária, o ACT do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e […]

Leia mais

Negociação dos Financiários continua sem avanços

Financeiras apresentam proposta abaixo da expectativa da categoria Representantes dos Financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reuniram nesta quinta-feira (22) para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria. A pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho, foi entregue no dia 15 […]

Leia mais

Bancários do Santander participam de Assembleia nesta quinta-feira (22/9)

Votação acontece em plataforma eletrônica das 8h às 20h Nesta quinta-feira (22), bancários do Santander de todo o país participam de Assembleias para avaliar o Acordo Coletivo de Trabalho, o Acordo Coletivo de Trabalho sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PPRS) e o Termo de Relações Laborais, todos com validade por dois anos. Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados