Banco do Brasil aprova atualização da Tabela PIP para beneficiar trabalhadores do Previ Futuro

17.04.2024

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi […]

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários

O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi feito nesta terça-feira (16) e beneficiará os associados ao plano Previ Futuro, somando mais recursos para o futuro.

A mudança foi resultado do movimento sindical bancário e da participação dos dirigentes eleitos da Previ, garantindo uma revisão que atenda aos interesses dos funcionários. De acordo com o movimento sindical, a atualização era necessária, uma vez que a metodologia de cálculo da PIP não era revisada desde 1998, o que afetava a pontuação dos associados.

Com a nova Tabela PIP, 30 mil associados poderão mudar de faixa de contribuição imediatamente, sendo que 15 mil nem conseguiam contribuir pela tabela anterior.

Entenda 

A revisão da Tabela PIP é uma antiga reivindicação dos trabalhadores, que impacta na contribuição adicional, conhecida como 2B, que é calculada mensalmente por meio da Tabela PIP.

A 2B é uma contribuição adicional que o associado do Previ Futuro pode realizar à medida em que for evoluindo na sua carreira funcional e pode variar de 1% a 10% do salário de participação, com o BB fazendo uma contribuição com o mesmo percentual que o participante.

Três fatores são considerados para calcular a 2B: crescimento salarial do participante, tempo de filiação e crescimento salarial médio anual dos funcionários do BB vinculados ao Previ Futuro.

O diretor eleito e candidato à reeleição para o cargo, nas eleições deste ano pela Chapa 1 “Previ para os Associados”, Wagner Nascimento, explicou a necessidade da mudança: “Desde que foi criado, em 1998, o plano Previ Futuro nunca teve atualização de metodologia de cálculo da PIP, mesmo após várias mudanças nos planos de cargos e salários do banco. Depois das mudanças na jornada de trabalho e com o Performa, a Tabela PIP ficou prejudicada e estagnou a pontuação dos associados. Com a nova Tabela PIP, 30 mil associados mudarão de faixa de contribuição imediatamente, sendo que, destes, 15 mil não conseguiam nem contribuir pela Tabela atual”, destacou.

Para João Fukunaga, presidente da Previ, a aprovação é simbólica, ocorrendo no aniversário de 120 anos da Previ. “É muito simbólico que a aprovação da Tabela PIP pelo Banco do Brasil aconteça no dia do aniversário de 120 anos da Previ. Esse é um grande presente para os associados do Previ Futuro. É um avanço importante, vinculado diretamente ao propósito de cuidar do futuro das pessoas. Mudar a PIP é proporcionar para associadas e associados do Previ Futuro a oportunidade de contribuir mais e ter essa contribuição acompanhada pelo Banco do Brasil”, disse Fukunaga.

David Zaia, presidente da FEEB SP/MS, falou sobre a importância de estender o beneficio também para os funcionários dos bancos incorporados. “Agora é importante estender esse benefício também aos funcionários dos bancos incorporados, especialmente do Banco Nossa Caixa. Esta é uma demanda que já foi apresentada e continuaremos lutando por ela. Além disso, assim como a revisão para os funcionários do Banco do Brasil que possuem o Previ Futuro, queremos que esse benefício seja estendido aos funcionários da Nossa Caixa que tem o Prev Mais. É uma luta significativa para nós e o banco está ciente disso. Esperamos que possa resolver também essa demanda rapidamente”, defende.

Notícias Relacionadas

Caixa cancela negociação sobre redução de jornada para responsáveis por PcD

Empregados cobram, há mais de um ano, o direito à redução da jornada para pais, mães ou responsáveis por PcD A Caixa Econômica Federal cancelou hoje, na última hora, a reunião de negociação sobre a concessão do direito à redução da jornada para pais, mães ou responsáveis por pessoas com deficiência ou transtorno do espectro […]

Leia mais

União faz a força dos trabalhadores e consagra o “22 de Maio por mais Direitos” em Brasília

23/05/2024 A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS) foi representada pelo presidente do Sindicato dos Bancários de Campinas, Lourival Rodrigues, durante o 22 de Maio por Mais Direito, realizado ontem (22), em Brasília. O ato uniu a classe trabalhadora de todo o Brasil em […]

Leia mais

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Sindicatos filiados