Banco do Brasil cria ‘agência delivery’ no Japão

19.12.2013

Para ampliar a presença no Japão, onde se tornou o único banco brasileiro com pontos de atendimento, o Banco do Brasil desenvolveu uma "agência delivery". Batizado de BB Móvel, o veículo – adaptação de um modelo mini da montadora japonesa Daihatsu – oferece serviços como abertura de contas, envio de remessas, atualizações cadastrais, entre outros. […]

Para ampliar a presença no Japão, onde se tornou o único banco brasileiro com pontos de atendimento, o Banco do Brasil desenvolveu uma "agência delivery". Batizado de BB Móvel, o veículo – adaptação de um modelo mini da montadora japonesa Daihatsu – oferece serviços como abertura de contas, envio de remessas, atualizações cadastrais, entre outros. O banco desenvolveu esse modelo exclusivamente para o mercado japonês, onde tem cinco agências (em Tóquio, Gotanda, Hamamatsu, Nagoia e Gunma) e três subagências nas cidades de Ibaraki, Negano e Gifu.

A cada missão do BB Móvel, dependendo do perfil de atendimento, são destacados dois atendentes do quadro funcional do BB no Japão, que inclui brasileiros, latinos, japoneses e chineses. Um deles também fica encarregado de dirigir o carro. Neste ano, o veículo passou por oito cidades (Hamamatsu, Toyohashi, Iwata, Nagoya, Gifu, Tóquio, Toyota e Kosai). Para o ano que vem, pelo menos mais uma unidade desse tipo vai entrar em circulação.

Além de levar atendimento bancário a cidades onde não existe uma ponto de atendimento do BB, o veículo pode atuar em momentos de grande aglomeração de pessoas e em situações de catástrofes.

O diretor de Negócios Internacionais do BB, Admilson Monteiro Garcia, ressalta que o modelo é muito mais econômico para o banco. A instalação da agência bancária no carro tem custo baixo. Além do material de escritório, é preciso acoplar uma bateria para que tudo funcione, uma vez que a legislação japonesa proíbe que veículos parados continuem ligados.

A "agência delivery" do BB não permite operações com dinheiro em espécie. Para essas transações, os clientes têm à disposição 55 mil terminais de autoatendimento, compartilhados com outros bancos. No Brasil, ao todo, o banco dispõe de 60 mil caixas eletrônicos.

Fonte: O Estado de São Paulo

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil aprova atualização da Tabela PIP para beneficiar trabalhadores do Previ Futuro

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi […]

Leia mais

Eleições da Funcef: votação segue até sexta-feira (19)

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora Teve início nesta terça-feira (16), a votação para as Eleições Funcef. Participantes dos planos de previdência da Funcef podem votar para definir quem vai ocupar a diretoria de Administração e Controladoria, […]

Leia mais

Feeb SP/MS dá posse para nova Diretoria

                Diretoria eleita assume quadriênio 2024/2028 A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) empossou a nova diretoria da entidade, eleita durante o VIII Congresso Interestadual, realizado em março, em São Paulo. A posse foi oficializada no dia 08 […]

Leia mais

Sindicatos filiados