Banco do Brasil propõe 7,5% para todos sem teto

10.10.2020

Durante negociação com o Comando Nacional na noite desta segunda-feira, 11, o Banco do Brasil propôs 7,5% de reajuste para todos, sem teto, sobre todas as verbas salariais. A proposta inclui ainda valorização do piso salarial em 13% (aumento real de 8,71%), elevando o seu valor para R$ 1.600,00; implantação do Plano de Carreiras e Remuneração […]

Durante negociação com o Comando Nacional na noite desta segunda-feira, 11, o Banco do Brasil propôs 7,5% de reajuste para todos, sem teto, sobre todas as verbas salariais. A proposta inclui ainda valorização do piso salarial em 13% (aumento real de 8,71%), elevando o seu valor para R$ 1.600,00; implantação do Plano de Carreiras e Remuneração (PCR) entre outros itens listados na íntegra abaixo:

 

PROPOSTA BANCO DO BRASIL
1.       Reajuste Salarial de 7,5% para todos, sobre todas as verbas salariais, sem teto;
2.       Valorização do Piso Salarial em 13%, que passará a ser R$ 1.600,00 (8,71%) de aumento real);
3.       Implantação do PCR – Plano de Carreiras e Remuneração, retroagindo seus efeitos ao ano de 2006. Mais detalhes do funcionamento dessa nova carreira serão disponibilizados em breve a todo o funcionalismo;
4.       Alteração da IN 369, em seu item 1.16.4.2, aumentando de UM para TRÊS ciclos a quantidade de avaliação necessária para efeito de descomissionamento por desempenho;
5.       Considerar o tempo de exercício na função de ATENDENTE B nas Centrais de Atendimento, quando da promoção para ATENDENTE A, no que diz respeito ao cumprimento da trava de dois anos;
6.       Aplicação do interstício de 3% nas promoções no PCS no VCPI dos funcionários incorporados;
7.       Pagamento de compensação pelo fim do benefício da Gratificação Variável existente anteriormente no Banco Nossa Caixa. O montante a ser dividido entre esses funcionários será equivalente a aplicação do mesmo por 5 ANOS;
8.       PLR que contempla 17 mil novos colegas em relação à anterior, com os seguintes parâmetros:
 

 

NR Especial
3,0 salários*
NRF 01 e 02
3,0 salários*
NRF 03
2,30 salários*
Primeiros Gestores Rede
1,85 salários*
Primeiros Gestores Demais
1,85 salários*
Demais Gestores Rede
1,57 salários*
Demais Gestores BB
1,57 salários*
Analistas e Assessores NRF 04
1,57 salários*
Gerência Média Rede
1,55 salários*
Demais Gerências Médias
1,55 salários*
Analistas e Assessores NRF 05 e 06
1,50 salários*
Demais Comissionados
1,47 salários*
Escriturários
3.118,08*
Caixas Executivos
3.434,99*

         * PLR referente ao 1º semestre/2010

 

Susan Meire – Assessoria de Comunicação
Feeb SP MS

Notícias Relacionadas

Bancários negociam com Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (27)

Temas Emprego e Terceirização são os primeiros temas a serem discutidos A Campanha Nacional do Bancário, iniciada na última semana, segue hoje (27) com mais uma negociação. Federações, associações e representação sindical negociam com a Federação Nacional dos Bancos as pautas “Emprego e Terceirização”. Os temas foram definidos pelo Comando Nacional dos Bancários na última […]

Leia mais

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Coe Itaú entrega pauta de reivindicação específica ao Banco

O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú Os representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) Itaú entregaram nesta quinta-feira (23), a pauta de reivindicação específica do banco. O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú. “Reafirmamos o nosso compromisso com o banco de negociação permanente, através da […]

Leia mais

Sindicatos filiados