Banco Mercantil do Brasil

19.11.2014

Nota a Imprensa – 19 de Novembro de 2014 Sindicato dos Bancários paralisa 10 agências do Mercantil do Brasil para exigir Participação nos Resultados Sob a coordenação do Sindicato dos Bancários, os funcionários de 10 agências do Banco Mercantil do Brasil, instaladas em Campinas e nove cidades da região, paralisaram os serviços hoje (19) durante […]

Nota a Imprensa – 19 de Novembro de 2014

Sindicato dos Bancários paralisa 10 agências do Mercantil
do Brasil para exigir Participação nos Resultados

Sob a coordenação do Sindicato dos Bancários, os funcionários de 10 agências do Banco Mercantil do Brasil, instaladas em Campinas e nove cidades da região, paralisaram os serviços hoje (19) durante toda a manhã, atrasando a abertura em uma hora, para exigir o pagamento da Participação nos Resultados (PR). O atraso na abertura das agências ocorreu em horários diferentes; ou seja, das 10h às 11h ou das 11h às 12h. A paralisação envolveu mais de 90 funcionários lotados em Campinas, Americana, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Hortolândia, Sumaré, Indaiatuba, Amparo, São João da Boa Vista e Valinhos.
Os sindicatos bancários e os funcionários do Mercantil do Brasil lutam, desde o encerramento da Campanha Salarial em outubro passado, pelo pagamento de uma verba a título de Participação nos Resultados. A reivindicação tem como objetivo valorizar o quadro de funcionários que, em decorrência do prejuízo apresentado no primeiro semestre deste ano, da ordem de R$ 93 milhões, não têm direito ao pagamento da Participação nos Lucros e Resultados, como previsto na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).
A proposta dos sindicatos tem como base o valor pago aos funcionários do HSBC, recentemente, a título de Participação nos Resultados, uma vez que o banco inglês também registrou prejuízo no primeiro semestre. Após negociação com os sindicatos, o HSBC concordou em pagar R$ 3 mil, em duas parcelas.
Ao contrário do HSBC, o Banco Mercantil do Brasil negou em duas ocasiões, nos dias 14 de outubro e 12 de novembro últimos, o pagamento da Participação nos Resultados. Porém, informou aos sindicatos que neste mês de novembro paga o chamado ‘programa próprio’ à área de negócios; ou seja, apenas aos gerentes. Em carta aberta distribuída aos clientes durante a paralisação, o Sindicato destaca que “nenhum bancário é contrário ao pagamento de um benefício que reconhece o papel desempenhado pelos gerentes. Mas, o trabalho dos gerentes é resultado de uma ação em equipe. Portanto, nada mais justo que ‘repartir o bolo’ entre todos os funcionários”.
Para os sindicatos, segundo a citada carta, o prejuízo do BMB pode ter sido provocado pela elevação das Provisões para Devedores Duvidosos (PDD). Em 2012 foi contabilizado o valor de R$ 471,45 milhões. Em 2013, o montante pulou para R$ 664,32 milhões. Somente no primeiro semestre de 2014 o banco lançou R$ 409,22 milhões.
A chamada PDD é uma conta de despesa e reduz o lucro líquido das empresas. Na reunião para negociar a PR, realizada no último dia 14, o Mercantil do Brasil apresentou aos sindicatos algumas justificativas para essa contabilização, inclusive a inadimplência em sua carteira de pessoa jurídica. Os sindicatos, no entanto, não descartam a possibilidade de recorrer ao Banco Central para obter detalhes desses registros, até porque é a instituição responsável pela regulamentação das PPD.

Foto: Júlio César Costa

Fonte: Seeb – Campinas

Notícias Relacionadas

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Coe Itaú entrega pauta de reivindicação específica ao Banco

O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú Os representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) Itaú entregaram nesta quinta-feira (23), a pauta de reivindicação específica do banco. O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú. “Reafirmamos o nosso compromisso com o banco de negociação permanente, através da […]

Leia mais

Campanha Nacional: Bancários definem temas das próximas negociações com os bancos

Demissão em massa pelo Mercantil do Brasil no Rio de Janeiro; abono do banco de horas negativas e retirada de pauta do PL 1043/2019, também foram pautas do primeiro dia de negociação O Comando Nacional dos Bancários definiu nesta quarta-feira (22), os temas das reuniões de negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados