Bancos multados em R$ 7,4 mi por insegurança

24.11.2014

Bancos multados em R$ 7,4 mi por insegurança Autuações decorrem de falhas nos sistemas em agências e PABs de 16 instituições financeiras São Paulo – A Polícia Federal (PF) multou 16 bancos em R$ 7,406 milhões por falhas na segurança de agências e postos de atendimento (PABs). As condenações ocorreram durante a 103ª reunião da […]

Bancos multados em R$ 7,4 mi por insegurança

Autuações decorrem de falhas nos sistemas em agências e PABs de 16 instituições financeiras

São Paulo – A Polícia Federal (PF) multou 16 bancos em R$ 7,406 milhões por falhas na segurança de agências e postos de atendimento (PABs). As condenações ocorreram durante a 103ª reunião da Comissão Consultiva para Assuntos de Segurança Privada (Ccasp), na quinta 19, em Brasília.

As principais infrações cometidas foram: equipamentos inoperantes, número insuficiente e até ausência de vigilantes, falta de rendição de seguranças no horário de almoço, vigilantes desarmados ou portando munição vencida, além de cerceamento a policiais federais para fiscalizar estabelecimentos, dentre outras.

O Itaú foi o mais punido, com multas de R$ 2,388 milhões, seguido do Bradesco com R$ 1,855 milhão, Banco do Brasil com R$ 1,330 milhão, Santander com R$ 964 mil e Caixa Federal com R$ 419 mil.

Estiveram em pauta 697 processos contra instituições financeiras, todos eles movidos pelas delegacias estaduais de segurança privada (Delesp), devido ao descumprimento da lei federal nº 7.102/83 e das portarias da PF. Além de multas, três agências de bancos foram advertidas e uma do Itaú foi interditada.

Também foram julgados 729 processos contra empresas de segurança, transportes de valores e cursos de formação de vigilantes, com aplicação de multas, advertências e cassação de alvarás. A reunião foi presidida pela delegada Silvana Helena Vieira Borges, titular da Coordenadoria-Geral de Controle de Segurança Privada (CGCSP).

Na reunião os dirigentes sindicais destacaram a necessidade de haver mais rigor na aplicação das multas às empresas.

A Ccasp é integrada por representantes dos bancários, dos vigilantes, dos bancos e da Polícia Federal. Nova reunião foi agendada para março de 2015.

Veja o montante de multas por banco:

Itaú: R$ 2.388.737,44
Bradesco: R$ 1.855.793,59
Banco do Brasil: R$ 1.330.585,76
Santander: R$ 964.681,14
Caixa Federal: R$ 419.632,09
HSBC: R$ 208.222,02
Banrisul: R$ 60.657,96
Mercantil do Brasil: R$ 46.111,71
Banco da Amazônia: R$ 31.926,19
Banestes: R$ 21.284,13
PINI: R$ 21.282,00
Citibank: R$ 14.544,12
BIC: R$ 10.642,06
BNB: R$ 10.642,06
BNY Mellon: R$ 10.642,06
Sofisa: R$ 10.642,06

Total: R$ 7.406.026,40

Fonte: Sindicato São Paulo

Notícias Relacionadas

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Coe Itaú entrega pauta de reivindicação específica ao Banco

O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú Os representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) Itaú entregaram nesta quinta-feira (23), a pauta de reivindicação específica do banco. O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú. “Reafirmamos o nosso compromisso com o banco de negociação permanente, através da […]

Leia mais

Campanha Nacional: Bancários definem temas das próximas negociações com os bancos

Demissão em massa pelo Mercantil do Brasil no Rio de Janeiro; abono do banco de horas negativas e retirada de pauta do PL 1043/2019, também foram pautas do primeiro dia de negociação O Comando Nacional dos Bancários definiu nesta quarta-feira (22), os temas das reuniões de negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados