Banesprev: Assembleia sobre Plano II

21.08.2014

Reunidos em assembleia no último dia 16, em São Paulo, participantes do Banesprev deliberaram sobre o equacionamento do deficit do Plano II em 2013. Cabe lembrar que essa assembleia, extraordinária, foi convocada porque a geral realizada no último dia 26 de abril aprovou o balanço do Banesprev, porém adiou decisão sobre o Plano II. O […]

Reunidos em assembleia no último dia 16, em São Paulo, participantes do Banesprev deliberaram sobre o equacionamento do deficit do Plano II em 2013. Cabe lembrar que essa assembleia, extraordinária, foi convocada porque a geral realizada no último dia 26 de abril aprovou o balanço do Banesprev, porém adiou decisão sobre o Plano II.

O equacionamento aprovado implica na manutenção da meta atuarial em 6%. E isso só foi possível porque o Banesprev comprovou a rentabilidade dos investimentos, conforme exige o Conselho Nacional de Previdência Complementar. “Essa medida, permitiu que o deficit do Plano II não aumentasse em mais de R$ 150 milhões”, destaca a suplente do Comitê de Investimentos do Banesprev, Stela Lima.

E mais: a representação dos participantes, segundo Stela Lima, conseguiu autorização para alterar as regras de equacionamento do deficit do Plano II quando o mesmo atingir 15% das reservas matemáticas. A regra geral estabelece a obrigatoriedade de aporte de recursos quando o deficit atingir 10%.

Para Stela Lima, “as recentes medidas são importantes porque possibilitam um período maior para construir uma melhor solução do deficit do Plano II. Afinal, os participantes ativos e aposentados já estão pagando contribuições extraordinárias e não suportariam um novo aumento”.

As entidades de previdência fechada, como é o caso do Banesprev, são fiscalizadas pela Previc, vinculada ao Ministério da Previdência Social. “Mas a representação eleita pelos participantes tem papel decisivo”, esclarece Stela Lima.

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados