BB anuncia processo de fusão de agências

30.07.2015

Reunido com os sindicatos nesta quinta-feira (30), em São Paulo, o Banco do Brasil anunciou a implementação de um processo de fusão de agências nos Estados de São Paulo e Santa Catarina, envolvendo 87 unidades. Os representantes da Diref, Dired, Direc e Disap apresentaram estudos que apontam a necessidade de fusão de agências, considerando a […]

Reunido com os sindicatos nesta quinta-feira (30), em São Paulo, o Banco do Brasil anunciou a implementação de um processo de fusão de agências nos Estados de São Paulo e Santa Catarina, envolvendo 87 unidades.

Os representantes da Diref, Dired, Direc e Disap apresentaram estudos que apontam a necessidade de fusão de agências, considerando a sobreposição, características estruturais e de negócios. Algumas unidades, segundo o BB, serão extintas e os funcionários transferidos para o prefixo de outra agência. O BB informou também que não haverá perda de pessoas ou cargos, exceto os gerentes gerais e gerentes de serviços, que serão realocados em sua totalidade. E mais: os representantes do BB disseram que não existe estudo sobre a ampliação de agências instaladas em pequenas praças e nem informações sobre redução de quadros nas ‘novas’ agências.

Para o secretário da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) Jeferson Boava, que participou da reunião, o processo de fusão de agências anunciado deixa evidente que o “Banco do Brasil se preocupou apenas com a eficiência, com os negócios, com os lucros. O estudo apresentado focou no fechamento de agências, na sobreposição de unidades e na rentabilidade, porém deixou de prospectar a abertura de novas agências, descartou a possibilidade de abrir unidades em cidades onde hoje inexiste uma agência do BB”. O presidente do Sindicato destaca ainda que a fusão, com certeza, “vai impactar nos clientes, nos usuários e nos funcionários. As condições de trabalho tendem a piorar, principalmente se não ocorrer novas contratações”.

O processo de fusão, que terá início em novembro deste ano e se estende a dezembro de 2017, será monitorado pelo sindicato. “É fundamental que os funcionários atingidos repassem ao Sindicato todas as informações sobre os prováveis problemas, evitando assim desrespeito aos direitos assegurados no Aditivo e na CCT”, observa Jeferson Boava.

Veja aqui a relação de agências que passarão pelo processo de fusão

Fonte: Sindicato dos Bancários de Campinas e Região
 

 

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil aprova atualização da Tabela PIP para beneficiar trabalhadores do Previ Futuro

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi […]

Leia mais

Eleições da Funcef: votação segue até sexta-feira (19)

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora Teve início nesta terça-feira (16), a votação para as Eleições Funcef. Participantes dos planos de previdência da Funcef podem votar para definir quem vai ocupar a diretoria de Administração e Controladoria, […]

Leia mais

Feeb SP/MS dá posse para nova Diretoria

                Diretoria eleita assume quadriênio 2024/2028 A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) empossou a nova diretoria da entidade, eleita durante o VIII Congresso Interestadual, realizado em março, em São Paulo. A posse foi oficializada no dia 08 […]

Leia mais

Sindicatos filiados