BB pode comprar banco na Flórida

03.04.2013

Entre as opções de crescer por meio de aquisições nos Estados Unidos, o Banco do Brasil analisa a compra do City National Bank of Florida, unidade americana do espanhol Bankia, que recebeu o maior socorro do governo na reestruturação bancária do país. Não há, entretanto, uma definição sobre o futuro das negociações. O Valor PRO, […]

Entre as opções de crescer por meio de aquisições nos Estados Unidos, o Banco do Brasil analisa a compra do City National Bank of Florida, unidade americana do espanhol Bankia, que recebeu o maior socorro do governo na reestruturação bancária do país. Não há, entretanto, uma definição sobre o futuro das negociações.

O Valor PRO, serviço em tempo real do Valor, apurou que o banco público brasileiro avalia comprar o banco com sede em Miami. No entanto, essa aquisição não estaria sendo colocada como prioritária pelo BB em relação às demais que pretende fazer para atingir o objetivo de ampliar sua rede nos Estados Unidos.

"Está em análise assim como outras negociações. Não quer dizer que esse negócio vai ser colocado à frente dos demais", disse uma fonte a par do assunto.

O diretor de atacado, negócios internacionais e private bank do BB, Paulo Rogério Caffarelli, já disse publicamente que o BB tem interesse em ampliar as agências nos Estados Unidos, com foco em New Jersey e na Flórida.

O banco brasileiro só tem três agências naquele país e pretende ampliar a rede para atender à demanda de serviços dos brasileiros que moram nos Estados Unidos. Tal expansão pode ser tanto via crescimento orgânico como por meio da aquisição de outros bancos, sendo a última opção a mais rápida.

Além dos Estados Unidos, o BB também tem interesse em aumentar sua atuação em países da América do Sul, com Chile, Peru e Colômbia.

A venda do City National Bank of Florida foi anunciada pelo Bankia como parte do esforço de reestruturação. O Goldman Sachs, contratado para vender o banco, estaria pedindo algo entre US$ 900 milhões e US$ 1 bilhão, mas fontes do mercado dizem que o valor pode baixar para a casa dos US$ 600 milhões. O National City tem US$ 4,8 bilhões em ativos e 26 agências

O BB é o maior banco da América Latina em ativos e reúne cerca de US$ 15 bilhões nos EUA.

Fonte: Valor Econômico 

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados