BB pode comprar banco na Flórida

03.04.2013

Entre as opções de crescer por meio de aquisições nos Estados Unidos, o Banco do Brasil analisa a compra do City National Bank of Florida, unidade americana do espanhol Bankia, que recebeu o maior socorro do governo na reestruturação bancária do país. Não há, entretanto, uma definição sobre o futuro das negociações. O Valor PRO, […]

Entre as opções de crescer por meio de aquisições nos Estados Unidos, o Banco do Brasil analisa a compra do City National Bank of Florida, unidade americana do espanhol Bankia, que recebeu o maior socorro do governo na reestruturação bancária do país. Não há, entretanto, uma definição sobre o futuro das negociações.

O Valor PRO, serviço em tempo real do Valor, apurou que o banco público brasileiro avalia comprar o banco com sede em Miami. No entanto, essa aquisição não estaria sendo colocada como prioritária pelo BB em relação às demais que pretende fazer para atingir o objetivo de ampliar sua rede nos Estados Unidos.

"Está em análise assim como outras negociações. Não quer dizer que esse negócio vai ser colocado à frente dos demais", disse uma fonte a par do assunto.

O diretor de atacado, negócios internacionais e private bank do BB, Paulo Rogério Caffarelli, já disse publicamente que o BB tem interesse em ampliar as agências nos Estados Unidos, com foco em New Jersey e na Flórida.

O banco brasileiro só tem três agências naquele país e pretende ampliar a rede para atender à demanda de serviços dos brasileiros que moram nos Estados Unidos. Tal expansão pode ser tanto via crescimento orgânico como por meio da aquisição de outros bancos, sendo a última opção a mais rápida.

Além dos Estados Unidos, o BB também tem interesse em aumentar sua atuação em países da América do Sul, com Chile, Peru e Colômbia.

A venda do City National Bank of Florida foi anunciada pelo Bankia como parte do esforço de reestruturação. O Goldman Sachs, contratado para vender o banco, estaria pedindo algo entre US$ 900 milhões e US$ 1 bilhão, mas fontes do mercado dizem que o valor pode baixar para a casa dos US$ 600 milhões. O National City tem US$ 4,8 bilhões em ativos e 26 agências

O BB é o maior banco da América Latina em ativos e reúne cerca de US$ 15 bilhões nos EUA.

Fonte: Valor Econômico 

Notícias Relacionadas

Eleições Economus – Ainda dá tempo de votar!

Passamos da metade do período do pleito, que vai eleger dois membros ao conselho deliberativo e um membro ao conselho fiscal do Economus. Até esta sexta-feira (19), 28% dos eleitores haviam exercido o direito ao voto. A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB SP/MS) e seus sindicatos […]

Leia mais

Banco do Brasil aprova atualização da Tabela PIP para beneficiar trabalhadores do Previ Futuro

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi […]

Leia mais

Eleições da Funcef: votação segue até sexta-feira (19)

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora Teve início nesta terça-feira (16), a votação para as Eleições Funcef. Participantes dos planos de previdência da Funcef podem votar para definir quem vai ocupar a diretoria de Administração e Controladoria, […]

Leia mais

Sindicatos filiados