Bradesco e Santander anunciam medidas contra Coronavírus

17.03.2020

Decisão foi tomada um dia após reivindicação à Fenaban Dentre as medidas preventivas anunciadas nesta terça-feira, 17, pelos bancos Bradesco e Santander estão a liberação de home office para funcionários que fazem parte do grupo de risco. O objetivo é reduzir o contágio do Covid-19, o novo coronavírus. A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários […]

Decisão foi tomada um dia após reivindicação à Fenaban

Dentre as medidas preventivas anunciadas nesta terça-feira, 17, pelos bancos Bradesco e Santander estão a liberação de home office para funcionários que fazem parte do grupo de risco. O objetivo é reduzir o contágio do Covid-19, o novo coronavírus.

A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS) se reuniu na tarde de ontem, 16, com o Comando Nacional dos Bancários e reivindicou posicionamento junto à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) contra o coronavírus. O pedido de medidas para conter o avanço da epidemia já havia sido oficializado na semana anterior pela Federação.

Homens e mulheres reunidos em sala sentados em volta de bancada de mesa com papeis e computadores sobre a mesa

De acordo com o presidente do Santander Brasil, Sérgio Rial, “contra o medo, não há nada tão eficaz quanto a informação e a ciência” e diz que o banco está “fazendo tudo para garantir, na medida do possível, que o nosso ambiente se mantenha seguro e controlado”.
Já a coordenadora da Comissão de Organização de Empregados (COE) do Bradesco, Magaly Fagundes tais medidas atendem a reivindicação dos trabalhadores. “O Bradesco atendeu a reivindicação dos trabalhadores e isso irá colaborar para que a epidemia não cresça dentro do banco. O banco disse ainda que está estudando como esse período será computado no ponto eletrônico”, afirma.

Nos departamentos e agências do Bradesco ficam definidos o afastamento de funcionários mais vulneráveis. Celulares corporativos devem ser mantidos mesmo durante o isolamento, de modo que o trabalhados fique à disposição do Banco. Considera-se grupo de risco trabalhadores com mais de 60 anos, transplantados, pessoas em tratamento de câncer, estagiários, menores aprendizes e pessoas com doenças crônicas. Conforme solicitação do movimento sindical, o banco incluiu ainda mulheres grávidas no grupo de pessoas vulneráveis.

Aos trabalhadores do Santander, a rotina de home office também foi implantada . O banco acredita que esta é uma forma de reduzir a densidade de pessoas nos locais de trabalho e a circulação pelas cidades. Orientações sobre higiene pessoal e dos equipamentos que cada funcionário, bem como evitar a presença em ambientes onde haja aglomerações de pessoas e a adoção de novas formas de cumprimentos, também foram ressaltadas. O Comitê Executivo do banco decidiu ainda, de forma excepcional, antecipar o 100% do 13º salário (as duas parcelas) de todos os funcionários. Os valores serão pagos no dia 30 de abril. Além destas, o banco também aumentará em 10% o limite do cartão de crédito de todos os funcionários que não têm dívidas em atraso com o banco.

Para o Santander é importante que sejam evitadas visitas comerciais e que os clientes que apresentem sintomas compatíveis com a doença sejam instruídos a não visitarem as agências. Cuidados adicionais, como lavar as mãos após manusear itens como dinheiro e boletos e, nas lojas mais expostas, como as que têm grande fluxo de beneficiários do INSS, também foram salientadas.

"A Federação SP/MS está acompanhando diariamente as demandas dos sindicatos e dos bancários, estamos atentos na defesa intransigente da saúde e das condições de trabalho”, conclui Jefferson Boava, vice-presidente da Feeb.  

Notícias Relacionadas

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Lucro da Caixa cresceu 49% no 1º trimestre de 2024

Com 1,56 milhão de novos clientes e 168 empregados a menos no quadro de pessoal, aumenta também a sobrecarga A Caixa Econômica Federal anunciou na noite de quarta-feira (15) um lucro líquido recorrente de R$ 2,88 bilhões no primeiro trimestre de 2024, alta de 49,1% em comparação ao mesmo período de 2023 e de 0,5% em relação […]

Leia mais

Sindicatos filiados