Brasil tem participação de 26% no lucro global do Santander

31.01.2013

SÃO PAULO – O Brasil continua a ser a região mais importante em termos de contribuição por país ao resultado do grupo espanhol Santander, respondendo por 26% dos ganhos globais no ano passado. A Espanha, em segundo lugar, respondeu por 15% do lucro do Santander em 2012, seguida de Reino Unido (13%), México (12%) e […]

SÃO PAULO – O Brasil continua a ser a região mais importante em termos de contribuição por país ao resultado do grupo espanhol Santander, respondendo por 26% dos ganhos globais no ano passado.

A Espanha, em segundo lugar, respondeu por 15% do lucro do Santander em 2012, seguida de Reino Unido (13%), México (12%) e Estados Unidos (10%).
O banco Santander registrou lucro líquido de 401 milhões de euros no quarto trimestre, bem acima dos 47 milhões de euros um ano antes. Os resultados nos dois períodos foram afetados por encargos sobre os seus ativos.

Já o lucro líquido gerencial do Santander Brasil, que considera o resultado contábil com reversão de despesas com amortização de ágio, caiu 2,7% em relação ao mesmo período de 2011 e ficou em R$ 1,598 bilhão, segundo o padrão contábil brasileiro (BRGAAP). O lucro líquido contábil no quarto trimestre foi de R$ 688,8 milhões, com queda de 20,6% ante igual período do ano anterior.

A soma da participação de países emergentes no total do lucro do grupo foi de 55% – ao se considerar outros países da América Latina e as operações na Polônia.

Em apresentação de resultados ao mercado espanhol, o Santander afirmou que espera uma recuperação da concessão de crédito a um ritmo mais acelerado no Brasil em 2013, na casa dos dois dígitos. Paralelamente, também prevê uma melhora da qualidade de crédito com a retomada econômica do país.

Para o restante da América Latina, o grupo espera uma participação maior do México nos resultados globais do grupo, e uma recuperação da atividade no Chile, diante de uma redução paulatina do custo de crédito vista no país andino.

Fonte: Filipe Pacheco | Valor, com Dow Jones Newswires

Leia também: Santander Brasil tem lucro de R$ 1,59 bilhão no quarto trimestre

Notícias Relacionadas

Bancários querem mais contratações, fim das demissões e da precarização

Comando Nacional propõe maior equilíbrio entre dias trabalhados, com momentos de descanso e lazer, com redução da jornada para quatro dias; proposta pode aumentar produtividade e satisfação com o emprego O Comando Nacional dos Bancários se reuniu na manhã desta segunda-feira (27) com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) na segunda reunião de negociação da […]

Leia mais

Bancários negociam com Federação Nacional dos Bancos nesta segunda-feira (27)

Temas Emprego e Terceirização são os primeiros temas a serem discutidos A Campanha Nacional do Bancário, iniciada na última semana, segue hoje (27) com mais uma negociação. Federações, associações e representação sindical negociam com a Federação Nacional dos Bancos as pautas “Emprego e Terceirização”. Os temas foram definidos pelo Comando Nacional dos Bancários na última […]

Leia mais

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Sindicatos filiados