Caixa lucra R$ 5 bilhões de janeiro a setembro, alta de 19,3%

21.11.2013

Contratação de crédito acumulada em nove meses somou R$ 294,9 bilhões, um crescimento de 40,7% ante mesmo período de 2012 Lucro no terceiro trimestre foi de R$ 1,9 bilhão BRASÍLIA – A Caixa Econômica Federal informou nesta quinta-feira que já registrou lucro líquido de R$ 5 bilhões nos nove primeiros meses deste ano. O número […]

Contratação de crédito acumulada em nove meses somou R$ 294,9 bilhões, um crescimento de 40,7% ante mesmo período de 2012
Lucro no terceiro trimestre foi de R$ 1,9 bilhão

BRASÍLIA – A Caixa Econômica Federal informou nesta quinta-feira que já registrou lucro líquido de R$ 5 bilhões nos nove primeiros meses deste ano. O número foi 19% maior do que o valor apurado de janeiro a setembro do ano passado. No entanto, o comunicado sobre o balanço trimestral da instituição não citou justamente o lucro neste período. Questionada, a assessoria da instituição informou que o lucro no terceiro trimestre foi de R$ 1,9 bilhão.

De acordo com o informativo da Caixa, os ativos totais (próprios e de clientes) administrados alcançaram R$ 1,5 trilhão. O número reflete aumento de 40% da carteira de crédito de janeiro a setembro, que alcançou saldo de R$ 463,4 bilhões.

O banco informou ainda que a contratação de crédito acumulada nos nove meses somou R$ 295 bilhões: 41% a mais do que o registrado no mesmo período de 2012. Para a Caixa, os destaques foram as contratações habitacionais e de saneamento e infraestrutura, que cresceram 36,1% e 113%.

Com isso, a instituição permaneceu na liderança do mercado de crédito habitacional, com 68,7% de participação. São R$ 254 bilhões em financiamentos da casa própria. No entanto, esse percentual já foi mais alto no passado quando superava 70%. Apenas neste ano, as novas contratações ultrapassaram R$ 100 bilhões: 36% a mais em relação ao registrado no mesmo período de 2012. Só no programa Minha Casa Minha Vida, foram contratados R$ 39,8 bilhões até setembro.

Segundo a instituição, 92,9% da carteira de crédito tem ratings superiores (de AA a C), ou seja, as melhores classificações de risco. O índice de inadimplência é de 2,4%: abaixo da média do mercado, que é de 3,30%.

“De janeiro a setembro foram conquistados mais 4,9 milhões de correntistas e poupadores, que totalizaram uma base com 70,1 milhões de clientes. Para aprimorar o relacionamento com os seus clientes, a Caixa deu continuidade ao processo de expansão e melhoria dos canais, iniciado em 2012”, afirmou o banco em comunicado.

Fonte: O Globo 

Notícias Relacionadas

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Coe Itaú entrega pauta de reivindicação específica ao Banco

O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú Os representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) Itaú entregaram nesta quinta-feira (23), a pauta de reivindicação específica do banco. O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú. “Reafirmamos o nosso compromisso com o banco de negociação permanente, através da […]

Leia mais

Campanha Nacional: Bancários definem temas das próximas negociações com os bancos

Demissão em massa pelo Mercantil do Brasil no Rio de Janeiro; abono do banco de horas negativas e retirada de pauta do PL 1043/2019, também foram pautas do primeiro dia de negociação O Comando Nacional dos Bancários definiu nesta quarta-feira (22), os temas das reuniões de negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados