Campinas: Greve dos bancários com força total

13.10.2015

A greve completa hoje (13) uma semana e com força total. Na manhã desta terça-feira pós feriado, a paralisação nacional está consolidada em Campinas e Região e com claros sinais de crescimento. Na última sexta-feira (9), quarto dia, a greve da categoria bancária atingiu 229 locais de trabalho (agências e departamentos) de Bancos públicos e […]

A greve completa hoje (13) uma semana e com força total. Na manhã desta terça-feira pós feriado, a paralisação nacional está consolidada em Campinas e Região e com claros sinais de crescimento. Na última sexta-feira (9), quarto dia, a greve da categoria bancária atingiu 229 locais de trabalho (agências e departamentos) de Bancos públicos e privados, sendo 125 em Campinas e 104 em 32 das 37 cidades da base do Sindicato; no país, 10.818 locais de trabalho fecharam. No primeiro dia (6), a greve atingiu 159 locais de trabalho em Campinas e Região. Mesmo com a greve forte, a Fenaban não se pronunciou até o momento. No máximo, se limitou em dizer que está aberta ao diálogo quando, na verdade, interrompeu a negociação após propor reajuste abaixo da inflação (5,5%) e abono de R$ 2.500,00.

Em Campinas e Região a greve hoje (13), oitavo dia, envolve bancários do Banco do Brasil, Caixa Federal, Itaú, Bradesco, Santander, HSBC, Safra, Losango e Citibank. Inclusive a greve atinge setores importantes dos Bancos; entre eles, os prédios do BB no Bonfim (CSO, Gepes, CSL, PSO, entre outros departamentos) e Costa Aguiar (Gecex, entre outros), Caixa Federal Centro/Glicério (Gitec, Giseg, entre outros), Empresariais 2 e 3 do Itaú Moraes Salles e Costa Aguiar (Itaúcred, entre outros), prédio central do Bradesco (Câmbio, Empresas, Plataforma. entre outros) e Santander Centro (Imobiliário, Câmbio, Plataforma PJ, entre outros).

Plenária dia 14

O Sindicato realiza nova plenária para avaliar a greve nesta quarta-feira, dia 14, na sede, às 18h30.

Leia também:

Franca: Bancários continuam de braços cruzados à espera da retomada das negociações por parte dos banqueiros

Piracicaba: Bancários fazem ato em solidariedade aos orientadores de greve

Notícias Relacionadas

Teletrabalho: CEE recusa proposta apresentada pelo banco

Proposta sobre teletrabalho retrocede e é prejudicial aos trabalhadores   A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa Econômica Federal se reuniu ontem (16) com o banco para mais uma rodada de negociação. Na ocasião foi analisada a proposta sobre teletrabalho apresentada pelo Banco. Representantes dos trabalhadores recusaram a proposta e destacaram retrocesso e medidas […]

Leia mais

BB insiste em reduzir ciclos avaliatórios da GDP

Campanha Nacional O Banco do Brasil voltou a propor a redução dos ciclos avaliatórios da Gestão de Desempenho Profissional (GDP), durante a sétima rodada virtual de negociação da pauta específica com a Comissão de Empresa (CEBB), realizada nesta terça-feira, dia 16 de agosto. O banco quer apenas um ciclo avaliatório para descomissionar; o aditivo à […]

Leia mais

Financiários se reúnem com a Fenacrefi nesta quarta-feira (17)

Reunião será a primeira negociação da Campanha Nacional 2022 A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) participa nesta quarta-feira (17), junto com demais representantes dos financiários, da primeira negociação da Campanha Nacional 2022, com a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi). Inicialmente, […]

Leia mais

Sindicatos filiados