Categoria realiza tuitaço da inclusão no Dia da Pessoa com Deficiência

02.12.2020

Manifestação acontece ao meio dia quinta-feira (3) Bancários e bancárias realizam nesta quinta-feira, 3, um tuitaço em comemoração ao Dia Internacional daOs  Pessoa com Deficiência. A data foi estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1992, com o objetivo de gerar, em nível mundial, discussões e sensibilização sobre a situação da pessoa com deficiência, […]

Manifestação acontece ao meio dia quinta-feira (3)

Bancários e bancárias realizam nesta quinta-feira, 3, um tuitaço em comemoração ao Dia Internacional daOs  Pessoa com Deficiência. A data foi estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1992, com o objetivo de gerar, em nível mundial, discussões e sensibilização sobre a situação da pessoa com deficiência, seus direitos e necessidades.
De acordo com o movimento sindical, mulheres deficientes também estão entre as vítimas da violência.

“Temos levantado discussões e mobilizações em torno do combate à violência feminina, e no dia da pessoa com deficiência a categoria mostra mais uma vez a sua preocupação com a saúde e o bem-estar do próximo. Pedimos a participação de todos em favor desta e outras causas em defesa à vida”, explica o presidente da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de SP e MS (Feeb SP/MS), Jeferson Boava.

De acordo com a ONU, aproximadamente 10% da população mundial possui algum tipo de deficiência. No Brasil, dados do censo do IBGE 2010 apontam a existência de 45,6 milhões de indivíduos que se declaram com deficiência, o que corresponde a quase 24% da população. No Brasil, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI), de 2015, fortalece os direitos das pessoas com deficiência, garantindo uma série de direitos relacionados à acessibilidade, educação e saúde, além de estabelecer punições para atitudes discriminatórias.

Tuitaço
A manifestação está programada para o meio dia desta terça-feira, quando acontecerá o tuitaço com a hashtag #InclusãoÉumDireito.

A Federação dos Bancários ressalta a importância das políticas públicas que envolvam as PCDs e aumentem acessibilidade e direitos iguais para todos.

Setor bancário
De acordo com o Censo da Diversidade Bancária ainda é pequena a participação das PCDs nos bancos. Quando a questão é a ascensão profissional e o tempo de casa, as PCDs também encontram obstáculos. Dados do 2º Censo da Diversidade apontam que apenas 30% das PCDs estão há mais de 10 anos no banco. É uma parcela menor do que a média do setor bancários, que é de 38,8%. Os bancários têm forte protagonismo no movimento sindical brasileiro na luta pela igualdade de oportunidade na vida e no trabalho.

 

Notícias Relacionadas

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Lucro da Caixa cresceu 49% no 1º trimestre de 2024

Com 1,56 milhão de novos clientes e 168 empregados a menos no quadro de pessoal, aumenta também a sobrecarga A Caixa Econômica Federal anunciou na noite de quarta-feira (15) um lucro líquido recorrente de R$ 2,88 bilhões no primeiro trimestre de 2024, alta de 49,1% em comparação ao mesmo período de 2023 e de 0,5% em relação […]

Leia mais

Sindicatos filiados