CEF disponibiliza extratos dos últimos 25 anos

11.12.2013

Nova ferramenta da Caixa Econômica Federal permite ao trabalhador consultar o extrato do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dos últimos 25 anos  Trabalhadores podem gerar e visualizar extratos do FGTS dos últimos 25 anos em uma ferramenta recém-lançada pela Caixa Econômica Federal. O sistema permite consultar, pela internet, o extrato dos lançamentos […]

Nova ferramenta da Caixa Econômica Federal permite ao trabalhador consultar o extrato do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dos últimos 25 anos 

Trabalhadores podem gerar e visualizar extratos do FGTS dos últimos 25 anos em uma ferramenta recém-lançada pela Caixa Econômica Federal.

O sistema permite consultar, pela internet, o extrato dos lançamentos desde o início dos anos 1990, quando ocorreu a centralização das contas do FGTS no banco.

Antes da mudança, estavam disponíveis apenas os últimos seis registros. Além do extrato, haverá opções de atualização de endereço, extrato por email e serviços no celular. O sistema está disponível nos links www.caixa.gov.br e www.fgts.gov.br

Para ter acesso às informações, é preciso cadastrar uma senha, informar o número do PIS e aceitar um termo de cadastramento. “Estimamos que deverão ocorrer mais de 2 milhões de acessos ao novo serviço até o final de 2013”, disse o gerente nacional do FGTS da Caixa, Henrique José Santana, em comunicado à imprensa.

Segundo a Caixa, nos últimos 12 meses mais de 25 milhões de trabalhadores acessaram os serviços eletrônicos do FGTS. Os extratos também podem ser consultados nos terminais de autoatendimento. De acordo com a Caixa, ao optar pelo serviço de mensagens no celular, o trabalhador recebe, gratuitamente, informações da conta vinculada ao FGTS, como o valor do depósito mensal feito pelo empregador, o saldo atualizado com juros e correções monetárias, a liberação de saque e outras movimentações.

Desemprego

A partir do ano que vem, a taxa de desemprego do país será calculada de uma maneira diferente e divulgada a cada três meses. Em vez de entrevistar pessoas apenas nas seis regiões metropolitanas mais populosas do país (São Paulo, Rio, Belo Horizonte, Recife, Salvador e Porto Alegre), o IBGE vai ampliar o campo das entrevistas para 3.500 cidades.

Nem mesmo a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, a maior pesquisa feita hoje anualmente pelo instituto), alcança esse universo –vai a 1.100 municípios, visitando 147 mil casas. (com agências)

Números

– 2 milhões de acessos de acesso devem ocorrer ao novo serviço, na previsão da Caixa

– 25 milhões de acessos aos serviços eletrônicos da Caixa foram contabilizados em um ano

Como acessar o serviço
Onde: site da CEF
Endereços: www.caixa.gov.br e www.fgts.gov.br 

Fonte: O Povo

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados