Centrais sindicais protestam contra juros altos impostos pelo Banco Central (BC)

20.03.2023

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul apoia a luta em defesa da redução dos juros   As Centrais Sindicais protestam nesta terça-feira (21), contra os juros altos impostos pelo Banco Central. Trabalhadores vão exigir mais uma vez a redução da taxa básica de juros (Selic), considerada a mais alta do […]

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul apoia a luta em defesa da redução dos juros  

As Centrais Sindicais protestam nesta terça-feira (21), contra os juros altos impostos pelo Banco Central. Trabalhadores vão exigir mais uma vez a redução da taxa básica de juros (Selic), considerada a mais alta do mundo, com índice de 13,75% ao ano. O primeiro protesto ocorreu no mês anterior e contou com atos em todo o país. Para amanha estão previstas manifestações em frente aos prédios do Banco Central.

Até o momento, o Banco Central não sinalizou qualquer tipo de mudança e segue com a manutenção de alta até dezembro.

De acordo com as representações dos trabalhadores, os juros altos favorecem apenas os mais ricos e parte da classe média alta que tem algum dinheiro aplicado no sistema financeiro.

“Não é de hoje que temos visto que juros exorbitantes interessam apenas aos especuladores, enquanto isso, as empresas deixam de produzir por dificuldade de acesso ao crédito, além de não obterem lucro, o desemprego aumenta. A redução da inflação e o emprego dos brasileiros devem ser prioridades do Banco Central e não somente o interesse dos rentistas”, defende David Zaia, presidente da Feeb SP/MS.

Programação

Os atos ocorrem no mesmo dia da primeira reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), órgão ligado ao BC, para definir a Selic. Participam dos protestos: CUT, Força Sindical, CTB, UGT, CSB, NCST, CSP Conlutas, Intersindical e A Pública, além dos movimentos populares Povo Sem Medo (PSM) e Frente Brasil Popular (FBP).

Os atos serão em frente aos prédios do BC e nas cidades onde a entidade não tem sede, as concentrações serão em locais de grande movimento.

Belém – PA: Boulevard Castilhos França, 708 – Campina, 9 horas.

Belo Horizonte – MG: Praça Sete, 11 horas.

Brasília – DF: Setor Bancário Sul (SBS), Quadra 3, Bloco B, Edifício Sede do BC, 12h30.

Curitiba – PR: Av. Cândido de Abreu, 344 – Centro Cívico, 11 horas.

Fortaleza – CE : Av. Heráclito Graça, 273 – Centro, 9h30.

Porto Alegre – RS: Rua 7 de Setembro, 586 – Centro, 12 horas.

Rio de Janeiro – RJ: Concentração na Candelária, caminhada até av. Presidente Vargas, 730, 17 horas.

Recife – PE: Av. Conde da Boa Vista, 785 – Boa Vista, 9 horas.

Salvador – BA: 1ª avenida, 160 – Centro Administrativo da Bahia (CAB), 9 horas.

São Paulo – SP: Av. Paulista, 1.804 – Bela Vista, 10 horas.

 

Notícias Relacionadas

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul entrega minuta de reivindicações à Fenaban

A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) entregou nesta terça-feira (18) à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) a minuta de reivindicações que servirá de base para a Campanha Nacional de 2024, que visa a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho. A entrega aconteceu em São Paulo, […]

Leia mais

Comando Nacional dos Bancários entregará minuta de reivindicações à Fenaban no dia 18

No mesmo dia, trabalhadores do BB e da Caixa farão a entrega das minutas específicas de cada banco O Comando Nacional dos Bancários entregará à Federação Nacional do Bancos (Fenaban), na próxima terça-feira (18), a minuta de reivindicações que servirá de base à Campanha Nacional de 2024, para a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho […]

Leia mais

Bancários aprovam minuta de reivindicações da Campanha Nacional 2024

Documento, que servirá de base à renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, será entregue à Fenaban no próximo dia 18 Bancárias e bancários, de todo o Brasil, aprovaram, em assembleias realizadas nesta quinta-feira (13), a minuta de reivindicações que servirá de base à Campanha Nacional de 2024, para a renovação da Convenção Coletiva […]

Leia mais

Sindicatos filiados