COE e Bradesco debatem minuta de reivindicações, demissões e retorno ao trabalho

08.11.2021

Representação dos trabalhadores aguarda calendário de negociação da minuta específica A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu com o banco no final da tarde de sexta-feira (5) para debater a minuta de reivindicações específicas dos funcionários do banco. Entre os principais pontos do documento estão emprego, saúde e segurança. A minuta […]

Representação dos trabalhadores aguarda calendário de negociação da minuta específica

A Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco se reuniu com o banco no final da tarde de sexta-feira (5) para debater a minuta de reivindicações específicas dos funcionários do banco. Entre os principais pontos do documento estão emprego, saúde e segurança. A minuta foi construída de forma coletiva e atualizada em agosto durante Encontro Nacional dos Trabalhadores do Bradesco.

O banco se comprometeu a enviar ainda nesta semana a proposta de calendário de negociação.

Planos de Saúde
A ampliação dos planos de Saúde e Dental foi reforçada pela representação dos trabalhadores. A reivindicação foi feita antes da pandemia. Na ocasião, o banco pediu o prazo de 90 dias para resposta. Na última sexta os sindicatos pediram a retomada da discussão para rever os problemas com a rede de credenciados pelas federações e seus respectivos sindicatos.

Igualdade de oportunidades
A igualdade de oportunidades para homens e mulheres também foi reforçada pelos representantes que cobraram do banco propostas para alcançar a igualdade e equidade salarial entre homens e mulheres, brancos e negros.

Demissões
Mais de 3 mil emissões já foram registradas neste ano. De acordo com o banco parte dos desligamentos “são de pessoas que estão pedindo demissão para trabalhar em outras áreas, indústrias, ou abrir negócio próprio”. A representação dos trabalhadores rebateu citando o programa de reestruturação, que tem transformado agências em unidades de negócio (UN), estruturas sem caixas e com atendimento automatizado. Neste sentido foi reivindicada a contratação de novos funcionários para evitar a sobrecarga no trabalho e reduzir o tempo de espera no atendimento dos clientes e usuários.

Retomada ao presencial
A retomada ao trabalho presencial também foi pauta da discussão. A representação dos trabalhadores pediu reforço aos protocolos contra a Covid-19 e realização de escala de entrada e saída dos trabalhadores.
O banco anunciou a ampliação de 10% para 20% do quadro de trabalhadores no esquema presencial, a partir do dia 16 de novembro.

Os funcionários que estão em home-office recebem o convite para o retorno ao trabalho presencial a partir desta segunda-feira (8). O retorno valerá para todas as estruturas administrativas. A partir de 16/11, retornarão até 40% do quadro, sendo realizado rodízio semanal com até 20% em cada semana, com reavaliação a cada 15 dias para eventual incremento.

Critérios
Apenas aqueles que estiverem totalmente imunizados estarão elegíveis para o trabalho presencial. Funcionários do grupo de risco e gestantes continuarão em home-office.
O retorno será de forma gradual, respeitando os protocolos de segurança e com escalas nos horários de almoço, de entrada e de saída de funcionários.

O banco confirmou a aplicação do protocolo e a compra de um novo modelo de máscara, de proteção tripla, que será fornecida aos funcionários a partir da próxima remessa.

Horário de atendimento
Com relação ao horário de atendimento o banco informou que manterá o horário reduzido para o público normal nas agências, das 10h às 14h. E, para os aposentados, em dia de pagamento, das 8h às 14h e, em dias normais, das 9h às 14h.

 

Notícias Relacionadas

Bancários aprovam acordos de trabalho do Santander

97,18% dos funcionários aprovaram o acordo com o banco Bancários do banco Santander de todo o país aprovaram, nesta quinta-feira (22), com 97,18% dos votos, o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) geral dos funcionários, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária, o ACT do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e […]

Leia mais

Negociação dos Financiários continua sem avanços

Financeiras apresentam proposta abaixo da expectativa da categoria Representantes dos Financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reuniram nesta quinta-feira (22) para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria. A pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho, foi entregue no dia 15 […]

Leia mais

Bancários do Santander participam de Assembleia nesta quinta-feira (22/9)

Votação acontece em plataforma eletrônica das 8h às 20h Nesta quinta-feira (22), bancários do Santander de todo o país participam de Assembleias para avaliar o Acordo Coletivo de Trabalho, o Acordo Coletivo de Trabalho sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PPRS) e o Termo de Relações Laborais, todos com validade por dois anos. Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados