Coletivo da Federação discute saúde dos bancários

25.11.2013

O Coletivo de Saúde da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS), formado por dirigentes dos sindicatos filiados, se reuniu nesta segunda-feira, 25, em São Paulo, para  debater sobre o Grupo de Trabalho bipartite conquistado na Campanha de 2013, para avaliar as causas de adoecimento da categoria e outros […]

O Coletivo de Saúde da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS), formado por dirigentes dos sindicatos filiados, se reuniu nesta segunda-feira, 25, em São Paulo, para  debater sobre o Grupo de Trabalho bipartite conquistado na Campanha de 2013, para avaliar as causas de adoecimento da categoria e outros assuntos ligados à saúde do trabalhador.

O objetivo do encontro foi aprofundar os debates sobre o GT instalado no último dia 7 de novembro, antes da próxima reunião que está marcada para a quinta-feira, 28. O diretor de saúde, João Analdo, afirma que os adoecimentos e, por consequência, os afastamentos, estão entre os principais problemas enfrentados pelos bancários e que é importante o movimento sindical estudar e entender suas causas, para que possa criar novas formas de combatê-los. “Temos lutado e avançado no combate ao assédio moral e fim das metas abusivas, causas conhecidas do adoecimento, e nesta campanha conquistamos mais um avanço que é esse GT bipartite, com representantes dos bancos e dos bancários”, afirma.

João Analdo completa que a Federação irá realizar outras reuniões como a de hoje, inclusive, está programado que no próximo debate cada participante irá expor sobre um tema específico. “A saúde dos bancários é um tema bastante complexo e quanto mais discutirmos, com dados, estudos e fatos, mais preparados estaremos para avançar nesse tema”, conclui.

Participação

Estiveram na reunião o representante da Federação no Coletivo Nacional de Saúde, que participa das reuniões do GT sobre afastamentos/adoecimentos, Gustavo Frias; o presidente do Sindicato de Presidente Venceslau, Sidnei de Paula Corral; o presidente do Sindicato de Sorocaba, Julio César Machado e a diretora Sonia Regina Dell Amo; o vice-presidente do Sindicato de Andradina, Augusto Prates; a dirigente do Sindicato de Guaratinguetá, Rosana A. Thomé e Lúcia Cunha; Suely A. Zulim, de Votuporanga; os dirigentes do Sindicato de São José dos Campos, Marcus Palmeira e Camilo José Preto; os diretores do Sindicato de Santos, Daniel e Vanessa Gonçalves e a dirigente de Piracicaba, Olivia Brossi, além dos diretores da Federação João Analdo e Cido Roveroni.

> Veja mais fotos da reunião
 

Notícias Relacionadas

Bancários criam Comitê de Luta durante Congresso Nacional

Comitê nacional lutará para defender o BB como instituição pública e em apoio a projeto de Governo que fortaleça o banco e sua função social, de indutor do crescimento econômico com geração de emprego e renda O papel do Banco do Brasil na reconstrução do país foi um dos temas em destaque no 33° Congresso […]

Leia mais

Coe Itaú entrega pauta de reivindicação específica ao Banco

O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú Os representantes da Comissão de Organização dos Empregados (COE) Itaú entregaram nesta quinta-feira (23), a pauta de reivindicação específica do banco. O documento é resultado do Encontro Nacional dos Bancários do Itaú. “Reafirmamos o nosso compromisso com o banco de negociação permanente, através da […]

Leia mais

Campanha Nacional: Bancários definem temas das próximas negociações com os bancos

Demissão em massa pelo Mercantil do Brasil no Rio de Janeiro; abono do banco de horas negativas e retirada de pauta do PL 1043/2019, também foram pautas do primeiro dia de negociação O Comando Nacional dos Bancários definiu nesta quarta-feira (22), os temas das reuniões de negociações com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados