Comando considera proposta da Fenaban insuficiente e vai defender sua rejeição em assembleia

09.11.2020

Na reunião de negociação desta terça-feira, 20/09, os bancos propuseram apenas 0,37% de aumento real e reajuste salarial de 7,8% incidindo sobre todas as verbas econômicas, contra os 12,85% reivindicados pela categoria. A proposta foi considerada insuficiente e o Comando Nacional decidiu defender a sua rejeição em assembléia no próximo dia 22 de setembro. Veja […]

Na reunião de negociação desta terça-feira, 20/09, os bancos propuseram apenas 0,37% de aumento real e reajuste salarial de 7,8% incidindo sobre todas as verbas econômicas, contra os 12,85% reivindicados pela categoria. A proposta foi considerada insuficiente e o Comando Nacional decidiu defender a sua rejeição em assembléia no próximo dia 22 de setembro.

Veja a seguir a proposta apresentada pelos banqueiros

Reajuste Salarial – Sobre agosto de 2011

7,80%

 

Sobre todas as demais verbas, salariais

Salário Ingresso / Piso

 

Contínuo

856,99

Escriturário

1.229,06

Salário Caixa

1.565,04

Salário após 90 dias / Piso

 

Contínuo

938,77

Escriturário

1.347,50

Salário Caixa R$ – +

1.842,36

Outras Verbas Salariais

 

Anuênio – ATS

19,22

Adicional de Horas Extras

 

Gratificação de Função

 

Gratificação de Caixa / Outras Verbas de Caixa

 

Gratificação de Compensador

109,48

Vale Refeição /Alimentação

430,54

Auxílio Cesta Alimentação

335,36

Auxílio Creche / Babá

281,71

Auxílio filhos com deficiência

281,71

Auxílio Funeral

646,38

Ajuda Deslocamento Noturno

67,47

Requalificação

963,33

Indenização p/ morte

96.388,07

13ª Cesta / Cláusula Nova

335,36

   

PLR- Participação Lucros nos e Resultados

 

Regra Básica Percentual Salário

90%

Parcela fixa

1.186,66

Limitado

7.741,12

2,2 salários, Limitado a R$

17.030,00

PLR Adicional 2 % Lucro Líquido limitado

2.587,00

Diante da rejeição da proposta pela Executiva do Comando Nacional na mesa de negociação e sua decisão de referendar essa posição nas assembléias do dia 22, a Fenaban propôs nova rodada de negociação para 23 de setembro, às 14h, em São Paulo.
Reafirmamos as orientações jurídicas contidas nas assembléias do dia 22 no sentido de rejeição da proposta e aprovação da greve, a partir da zero hora do dia 27 de setembro.

 

 

Notícias Relacionadas

Trabalhadores do Itaú entregam pauta específica de reivindicações no dia 25

Documento é resultado do encontro nacional, realizado em São Paulo, no dia 6 de junho A Comissão de Organização dos Empregados (COE) vai entregar a minuta específica de reivindicações ao Itaú na próxima terça-feira (25). O documento servirá de base para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico do banco. As reivindicações foram […]

Leia mais

Intransigência da Caixa encerra negociações sobre redução de jornada para pais/mães e responsáveis por PcD e neurodivergentes (TEA)

Banco retira da proposta a concessão para empregados PcD, impõe uma série de travas para permitir a redução da jornada para pais/mães/responsáveis de PcD e encerra mesa de negociações após receber questionamentos sobre pontos sensíveis da proposta A reunião que negociaria a redução de jornada para empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal com deficiência […]

Leia mais

Caixa afirma que contencioso é insignificante, mas dados disponíveis demonstram o oposto

Fonte: APCEF/SP com informações da Fenae Em uma live realizada nesta terça-feira (18), a Funcef (Fundação dos Economiários Federais) e a Caixa anunciaram que estão abordando o contencioso trabalhista. Segundo Leonardo Groba, diretor jurídico da Caixa, o contencioso atual estaria estimado em cerca de R$ 500 milhões, “não tem grandes proporções, mas a Caixa possui […]

Leia mais

Sindicatos filiados