Comando Nacional dos Bancários cobra da Fenaban maior rigor nas medidas de combate à Covid

02.02.2021

Reivindicações incluem ampliação do home office e fiscalização, sem punição, do uso de equipamentos de proteção O Comando Nacional se reuniu nesta terça-feira (02) com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) para tratar de medidas de combate à Covid-19.  Durante a reunião, que ocorreu de modo remoto e contou com a participação de representantes dos […]

Reivindicações incluem ampliação do home office e fiscalização, sem punição, do uso de equipamentos de proteção

O Comando Nacional se reuniu nesta terça-feira (02) com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) para tratar de medidas de combate à Covid-19. 
Durante a reunião, que ocorreu de modo remoto e contou com a participação de representantes dos bancários, sindicatos e federações, o Comando Nacional cobrou maior rigor na fiscalização do uso de equipamentos de proteção, na volta e ampliação do home office e na realização dos protocolos preventivos nas agências e locais de trabalho. A análise das visitas fora das agências também foi pontuada.

O objetivo é proteger a categoria diante do agravamento da Covid e evitar a ampliação da contaminação no ambiente bancário.

No início da pandemia, diversas providências foram colocadas em prática, como teletrabalho e medidas protetivas no local de trabalho. "É fundamental redobrarmos os cuidados no ambiente bancário em um momento como este. Avaliamos que a volta e a ampliação do teletrabalho, também é medida essencial para reduzir os riscos de contágio. Não tem sentido fazer com que funcionários voltem em uma fase de agravamento do número de casos", pontua Jeferson Boava, presidente da Federação dos Bancários dos Estados de SP/MS.

De acordo com os bancos, as medidas de controles e protocolos estão mais rígidas, como a exigência no uso de máscaras de clientes e funcionários, uso do álcool em gel e respeito à distância em filas e durante os atendimentos. Os bancos também informaram a manutenção dos atendimentos de telemedicina, inicialmente previsto para finalizar em dezembro de 2020.

Até o momento, de acordo com informações de órgãos da imprensa, o Brasil registra 9.229.322 casos de Covid-19 e 225 mil mortes.

A reunião definiu, também, que haverá discussão permanente sobre o tema entre o Comando Nacional e a Fenaban.
  

Notícias Relacionadas

Santanderprevi: Alteração de perfil de investimento pode ser feita até 18 de março

Participantes têm prazo para ajustar preferências de investimento, com vigência a partir de 1º de abril Os participantes do Santanderprevi têm até o dia 18 de março para alterar seu perfil de investimento, com vigência a partir de 1º de abril. Se nenhuma mudança for solicitada, o perfil será mantido. Os perfis disponíveis são conservador […]

Leia mais

Representantes da Feeb SP/MS prestigiam homenagem aos 70 anos do Sindicato dos Bancários de Campinas

Sessão na Câmara Municipal de Campinas celebrou a data com a presença de autoridades políticas, sindicalistas e membros da comunidade Representantes da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) participaram da homenagem feita pela Câmara dos Vereadores de Campinas ao Sindicato dos Bancários de […]

Leia mais

SANTANDER: Banco anuncia avanços em reunião com representantes dos funcionários

Negociações com a COE avança em medidas de benefício e capacitação O Santander anunciou nesta quinta-feira (22), durante a reunião com representantes da Comissão de Organização de Empregados (COE) Santander, avanços em medidas que beneficiam os funcionários. O encontro ocorreu em formato híbrido e contou com a participação de representantes dos funcionários e do banco. […]

Leia mais

Sindicatos filiados