Comando Nacional lança pesquisa sobre sequelas da Covid-19

08.07.2021

Estudo será feito em parceria com a Unicamp e terá questionário online O Comando Nacional dos Bancários lançou nesta quarta-feira (7) uma pesquisa a ser feita em parceria com a Universidade de Campinas (Unicamp) sobre as sequelas da Covid-19 na categoria bancária. A pesquisa será respondida por bancários que já foram acometidos pela doença, os […]

Estudo será feito em parceria com a Unicamp e terá questionário online

O Comando Nacional dos Bancários lançou nesta quarta-feira (7) uma pesquisa a ser feita em parceria com a Universidade de Campinas (Unicamp) sobre as sequelas da Covid-19 na categoria bancária. A pesquisa será respondida por bancários que já foram acometidos pela doença, os quais deverão descrever sintomas e outros efeitos que eventualmente permaneceram após a cura.

"A sondagem é fundamental para que possamos compreender quais são as dimensões da doença na categoria. Importante destacar que, assim como profissionais da saúde, segurança e tantos outros, os bancários permaneceram no atendimento ao público desde o começo da crise sanitária", afirma Reginaldo Breda, secretário-geral da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul – FEEB-SP/MS.

Breda destaca, ainda, a importância do levantamento para tomada de decisões por sindicatos e federações.
"As políticas de atuação devem ser sempre pautadas em números e evidências. Portanto, nesse momento desafiador que atravessamos, é fundamental que tenhamos o máximo de informações e que elas nos permitam adotar medidas para resguardar a vida dos trabalhadores bancários", completa Breda.

A pesquisa será realizada pela Unicamp com o intuito de mapear a saúde do trabalhador bancário. Para responder o formulário, que será disponibilizado de forma digital pelos sindicatos, o trabalhador levará aproximadamente 10 minutos.

Perdas

O secretário geral da Feeb SP/MS, Reginaldo Lourenço Breda, falou em nome da entidade e lembrou a morte de Jeferson Boava. “Agradecemos as homenagens de sindicatos de todo o Brasil que fizeram para o companheiro Jeferson e os outros companheiros. A gente está trabalhando forte e para chegar a um resultado que organizamos há um ano. Quero enaltecer o trabalho do Comando Nacional por incluir os bancários no Plano Nacional de Imunização (PNI). Mas é uma etapa e temos que convencer governadores e prefeitos para termos a vacina no braço. Tivemos semanas tristes, mas essa vitória do movimento sindical e também com a ida do povo para a rua, enaltece o trabalho das centrais, dos sindicatos e partidos políticos para que o povo enxergue o presidente que ri da cara de todo mundo e só pensa em fazer campanha eleitoral”, criticou Breda.

Notícias Relacionadas

Bancários aprovam acordos de trabalho do Santander

97,18% dos funcionários aprovaram o acordo com o banco Bancários do banco Santander de todo o país aprovaram, nesta quinta-feira (22), com 97,18% dos votos, o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) geral dos funcionários, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária, o ACT do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e […]

Leia mais

Negociação dos Financiários continua sem avanços

Financeiras apresentam proposta abaixo da expectativa da categoria Representantes dos Financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reuniram nesta quinta-feira (22) para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria. A pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho, foi entregue no dia 15 […]

Leia mais

Bancários do Santander participam de Assembleia nesta quinta-feira (22/9)

Votação acontece em plataforma eletrônica das 8h às 20h Nesta quinta-feira (22), bancários do Santander de todo o país participam de Assembleias para avaliar o Acordo Coletivo de Trabalho, o Acordo Coletivo de Trabalho sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PPRS) e o Termo de Relações Laborais, todos com validade por dois anos. Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados