Davi Zaia assume Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho

01.11.2020

Davi Zaia, assumiu a Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho no dia 1o. de janeiro, em cerimônia de posse, no Palácio dos Bandeirantes.    Segundo Davi Zaia, o convite do governador Geraldo Alckmin para assumir a secretaria foi motivo de grande satisfação, mas também de muita responsabilidade. “Vamos nos empenhar ao máximo, prosseguir e […]

Davi Zaia, assumiu a Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho no dia 1o. de janeiro, em cerimônia de posse, no Palácio dos Bandeirantes. 

 
Segundo Davi Zaia, o convite do governador Geraldo Alckmin para assumir a secretaria foi motivo de grande satisfação, mas também de muita responsabilidade. “Vamos nos empenhar ao máximo, prosseguir e ampliar os projetos existentes, pois a população de São Paulo precisa continuar sendo beneficiada com os nossos programas”. 
 
Davi Zaia disse que pretende estebelecer parcerias com os sindicatos, prefeituras e buscar atrair recursos financeiros federais do FAT – Fundo de Amparo ao Trabalhador para desenvolver programas de qualificação profissional. 
 
Para ele, o momento é propício no que se refere a oportunidade de emprego, mas é preciso qualificar o trabalhador para assumir as vagas disponíveis. Ele ressaltou que a secretaria possui pesquisas sobre a realidade do mercado de trabalho, identificando em cada município quais são as necessidades. Os estudos foram feitos pela Fundação Seade e pela Fipe. Dessa forma, a secretaria pode direcionar os cursos para formar profissionais especificamente para exercer as atividades e funções identificadas. 
 
Como presidente da Federação e secretário estadual de Emprego e Relações do Trabalho disse que sua experiência no mundo sindical lhe ensinou a valorizar o diálogo. Ele manifestou a intenção de buscar uma maior participação da população. “Quero mobilizar a sociedade para que as pessoas participem da secretaria”.
 
Como deputado estadual, Davi Zaia disse que o seu mandato o ajudou a conhecer a realidade dos municípios, já que percorreu mais de 300 localidades. Dessa forma, ele pretende ampliar os programas, como o Banco do Povo Paulista (BPP), de microcrédito para pessoas físicas e jurídicas, para todo o Estado. A meta é ter uma unidade do BPP em todos os 647 municípios do Estado, 60 já estão em fase de implantação. Atualmente, o BPP está presente em mais de 400 cidades.
 
Na terça-feira, 4 de janeiro, o secretário Davi Zaia reuniu mais de 500 pessoas, muitos sindicalistas, colegas bancários, secretários estaduais, prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, em cerimônia de transmissão de cargo, demonstrando todo o seu prestígio como dirigente sindical, político e atual integrante do Executivo paulista.
 
Confira as fotos da cerimônia de transmissão de cargo no link: http://www.flickr.com/photos/45582754@N03/, clique na foto escolhida, em seguida em ações, escolha o tamanho e faça o download.

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados