Depoimento de Davi Zaia sobre o companheiro Augusto Campos

19.07.2017

Consternado com a morte do amigo e companheiro de movimento, Augusto Campos, o Presidente da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS), Davi Zaia lamentou o falecimento do líder sindical bancário ocorrido na madrugada da última terça-feira (18), e o homenageou com um depoimento. Leia abaixo Augusto Campos foi um […]

Consternado com a morte do amigo e companheiro de movimento, Augusto Campos, o Presidente da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS), Davi Zaia lamentou o falecimento do líder sindical bancário ocorrido na madrugada da última terça-feira (18), e o homenageou com um depoimento.

Leia abaixo

Augusto Campos foi um grande companheiro, pessoa de grande lucidez, estudioso e muito sério, construiu uma história belíssima. Era um companheiro dedicado a pensar e a discutir as alternativas do movimento sindical. Lembro-me do apoio que recebemos dele quando eu estava à frente do Sindicato dos Bancários de Campinas, apoio esse que foi retribuído quando o Sindicato dos Bancários de São Paulo (SEEB-SP) sofreu intervenção durante a ditadura militar.

Sempre se pautou pelo princípio da defesa dos trabalhadores e de uma organização sindical independente. Deu grandes contribuições à história do movimento sindical, à construção do PT e também da CUT, sempre muito fiel e coerente com suas convicções. Jamais nos lembraremos de seu nome envolvido em qualquer tipo de ilícito, muito pelo contrário. Nunca almejou grandes cargos e isso faz toda a diferença como um dirigente do movimento sindical, pois não fez do sindicalismo um meio para de mudar de vida, mas fez do movimento sindical uma luta em defesa dos trabalhadores. É por isso que faz tanta falta hoje o Augusto Campos. Para todos nós ele é um grande exemplo e sua partida representa uma grande perda.

Davi Zaia
Presidente da Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS)

Foto: Seeb-SP

Leia também

FEEB-SP/MS lamenta a morte do líder sindical bancário, Augusto Campos

 

Notícias Relacionadas

Bancários aprovam acordos de trabalho do Santander

97,18% dos funcionários aprovaram o acordo com o banco Bancários do banco Santander de todo o país aprovaram, nesta quinta-feira (22), com 97,18% dos votos, o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) geral dos funcionários, aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria bancária, o ACT do Programa de Participação nos Resultados Santander (PPRS) e […]

Leia mais

Negociação dos Financiários continua sem avanços

Financeiras apresentam proposta abaixo da expectativa da categoria Representantes dos Financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reuniram nesta quinta-feira (22) para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria. A pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho, foi entregue no dia 15 […]

Leia mais

Bancários do Santander participam de Assembleia nesta quinta-feira (22/9)

Votação acontece em plataforma eletrônica das 8h às 20h Nesta quinta-feira (22), bancários do Santander de todo o país participam de Assembleias para avaliar o Acordo Coletivo de Trabalho, o Acordo Coletivo de Trabalho sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PPRS) e o Termo de Relações Laborais, todos com validade por dois anos. Os […]

Leia mais

Sindicatos filiados