Dia de Luta em Santos: Bancários paralisaram São Vicente

09.10.2020

Os bancários, organizados pela diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região paralisaram todas as 11 agências bancárias do centro financeiro de São Vicente/SP, dia 21/09/2010, até às 12h, seguindo o calendário nacional da categoria denominado Dia Nacional de Luta. A categoria alerta que em 28/09/2010, haverá assembleias em todo o país para deflagrar […]

Os bancários, organizados pela diretoria do Sindicato dos Bancários de Santos e Região paralisaram todas as 11 agências bancárias do centro financeiro de São Vicente/SP, dia 21/09/2010, até às 12h, seguindo o calendário nacional da categoria denominado Dia Nacional de Luta.
A categoria alerta que em 28/09/2010, haverá assembleias em todo o país para deflagrar greve dia 29/09/2010, por tempo indeterminado exigindo entre outras reivindicações 11% de reajuste salarial.
“Os bancários não vão abrir mão de reajuste salarial de 11%; Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de três salários mais R$ 4 mil para cada funcionário; Piso salarial no valor do salário mínimo do Dieese (R$ 2.270,00); Elevação do auxílio-refeição, cesta-alimentação, 13ª cesta-alimentação e auxílio-creche/babá para o valor de um salário mínimo para cada item; Previdência Complementar para todos os bancários, entre outras reivindicações.
Os bancários (as) da Baixada vêm se preparando há meses para esta greve. Acertadamente retardou a sua concretização para sair em greve com todo a categoria nacionalmente. Contudo, se dependesse de Santos e Região já estaríamos em greve e com acordo fechado. É greve a partir do dia 29/09”, afirma Ricardo Saraiva Big, Presidente do Sindicato dos Bancários de Santos e Região.
 
Cronologia das manifestações
 
Bancários de Santos e Região fazem paralisações na Campanha Salarial
 
Os bancários e a diretoria do Sindicato vem realizando diversas manifestações a fim de mobilizar os bancários (as) desde o dia 02/08/10, quando foram os primeiros do País a lançarem a Campanha Salarial 2010, com manifestação em frente à agência do Banco do Brasil, na Av. Ana Costa, 486, Gonzaga, em Santos/SP e durante duas semanas visitaram as agências denunciando e debatendo com os bancários (as) e a população sobre a precarização das condições de trabalho e do atendimento depois das fusões dos bancos.
Logo após, dia 31/08, mobilizou a categoria num ato na Pça. Mauá, em Santos, nas agências do Santander/Real e do Bradesco. Em seguida realizaram, dia 09/09/10, manifestação na porta da agência do Bradesco/Guarujá, Av. Puglisi, 315.
E agora, dia 21/09, com a falta de proposta de reajuste paralisaram as unidades bancárias de São Vicente por duas horas.
As paralisações denunciaram a intransigência dos banqueiros nas quatro rodadas, dizendo NÃO para tudo e desrespeitando a categoria com uma proposta miserável, que não reproduz em nada os recordes de lucros dos bancos (R$ 24,7 bilhões no 1º semestre), bem acima de todos os outros setores da economia como as grandes indústrias do petróleo, montadoras automobilísticas, metalúrgicas, de aviação e todas as outras, que estão concedendo de 9% a 10% de reajuste a seus trabalhadores.
“Os banqueiros nos empurram para a greve. Até agora trataram com desrespeito a pauta dos bancários (as)”, diz Ricardo Saraiva Big, Presidente do Sindicato.
É sempre bom salientar que os bancos no Brasil estão entre os primeiros do mundo em lucratividade e rentabilidade. Dinheiro ganho com o esforço do trabalho dos bancários (as). “O Trabalho é o único gerador de riqueza e por isso tem de ser bem remunerado”, ainda diz Big.
 
 
 Fonte: Gustavo Mesquita – Seeb Santos

Notícias Relacionadas

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Lucro da Caixa cresceu 49% no 1º trimestre de 2024

Com 1,56 milhão de novos clientes e 168 empregados a menos no quadro de pessoal, aumenta também a sobrecarga A Caixa Econômica Federal anunciou na noite de quarta-feira (15) um lucro líquido recorrente de R$ 2,88 bilhões no primeiro trimestre de 2024, alta de 49,1% em comparação ao mesmo período de 2023 e de 0,5% em relação […]

Leia mais

Sindicatos filiados