Dia Nacional em defesa da CEF 100% pública. Sindicatos da base da FEEB-SP/MS aderem à mobilização

02.03.2015

A última sexta-feira (27) foi de mobilização em prol da manutenção da Caixa Econômica Federal (CEF) 100% pública. Os sindicatos da base da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) participaram ativamente do dia de protestos. Araçatuba, Campinas, Franca, Marília, Ourinhos (Subsede), Presidente Venceslau, Ribeirão […]

A última sexta-feira (27) foi de mobilização em prol da manutenção da Caixa Econômica Federal (CEF) 100% pública. Os sindicatos da base da Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) participaram ativamente do dia de protestos.

Araçatuba, Campinas, Franca, Marília, Ourinhos (Subsede), Presidente Venceslau, Ribeirão Preto, Santos, São José dos Campos, Tupã e Votuporanga marcaram presença no Dia Nacional de Luta em defesa da Caixa 100% pública, convocado para o dia 27, realizando atos de protesto em agências da CEF em sua região, conscientizando funcionários da instituição sobre a importância da participação na luta e postando fotos dos trabalhadores engajados nas redes sociais com a hashtag: #acaixaédopovo.

Campinas

Em Campinas, houve manifestações na em agência da Caixa no Centro e no prédio Aquidabã, reunindo empregados, dirigentes sindicais e também a população que se mostrou contrária à proposta de abertura de capital da CEF. Como previa o Dia Nacional de Lutas convocado para a sexta-feira, a mobilização foi também para as redes sociais, com empregados da instituição postando fotos em apoio à Caixa 100% pública, utilizando a hashtg #acaixaédopovo.

O Sindicato dos Bancários de Campinas e Região também está organizando ainda, seminário que será realizado dentro de algumas semanas e que pretende aprofundar a discussão em torno da abertura de capital da CEF.

Franca

Em Franca, foram diversas manifestações em agencias da CAIXA. A atividade teve inicio na agência do Centro, diretores do sindicato abordaram funcionários do banco entregando-lhes manifesto que alertava sobre a importância do engajamento na luta e o presidente, Edson Santos conversou com clientes que aguardavam abertura da agência; enfatizou o papel social que a CEF desempenha no país e que a abertura de capital só serve aos interesses de grupos poderosos do setor privado.
As manifestações também ocorreram nas unidades localizadas nos bairros, onde, de acordo com membros do SEEB Franca, a indignação dos funcionários com a iniciativa era evidente.

“Não podemos permitir que uma história de 150 anos de serviços prestados ao país seja apagada assim. Vamos lutar com todas as nossas forças para uma Caixa 100% pública”, afirmou o presidente do Sindicato e funcionário da CEF, Edson Santos.

Marília e Subsede Ourinhos

O SEEB Marília e a Subsede de Ourinhos realizaram manifestações das 10h às 12h, nas principais agências da Caixa e contaram com a participação de todos os funcionários das unidades da instituição visitadas. 

Naviraí 

Em Naviraí – MS, a ação do SEEB também reuniu nas agências funcionários da CEF engajados na luta para que a instituição permaneça 100% pública, como forma de reforçar a mobilização.

Piracicaba

Em Piracicaba, os diretores do Sindicato dos Bancários de Piracicaba e Região foram à agência central da cidade para entregar a carta aberta e falar com os bancários e a população sobre a importância da Caixa, instituição financeira com enorme inserção no campo social, que emprega mais de 100 mil bancários. Ao longo de seus 154 anos de existência, o banco representa hoje 13% do PIB brasileiro do valor do Brasil.

O diretor Ubiratan Campos do Amaral pontuou o investimento da Caixa nas áreas sociais do país, com os programas Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida.

O presidente do SINDBAN, José Antonio Fernandes Paiva, explicou sobre a tentativa de se privatizar a Caixa e a consequência que essa ação pode acarretar a população em curto espaço de tempo. 

Segundo Paiva, isso significa uma ameaça à habitação popular ao custo mais baixo do mercado, ao financiamento do Minha Casa Minha Vida, que só em Piracicaba serão 6 mil moradias contratadas para os trabalhadores com renda de até três salários mínimos. “A Caixa ainda paga o seguro desemprego, administra o fundo de garantia por tempo de serviço. Esses benefícios, que os outros bancos não queriam pagar, agora, há um risco de perder 25% da Caixa para o capital privado, podendo perder assim essa conquista. Os trabalhadores e a maioria da população serão prejudicados.”

 Nas cidades de Santa Bárbara do Oeste, Tietê, Laranjal Paulista, Cerquilho e demais cidades da base, o sindicato entregou a carta aberta para os funcionários das agências e os clientes e explicou que a Caixa é do povo e assim deve permanecer. 
 

Ribeirão Preto

Em Ribeirão Preto, o SEEBRP reuniu cerca de 100 pessoas na agência central, localizada Na Rua Américo Brasiliense, 426, em defesa da campanha #acaixaédopovo, fortalecendo as manifestações que ocorreram por todo país. Dentre os presentes estavam funcionários do banco e diretores do sindicato que de forma simbólica fizeram uma corrente e abraçaram a agência demonstrando a proteção à CAIXA, que é patrimônio de todos os brasileiros. Logo após, a manifestação foi repetida em outras agências da cidade.

Santos

Em Santos, o Sindicato dos Bancários de Santos e Região, juntamente com funcionários da Caixa paralisaram em protesto até as 12h as agências: São Vicente/Centro, Guarujá/Leomil, Cubatão/Nove de Abril e Santos/Gonzaga, entre outras em unidades diversas cidades da Baixada Santista.

São José dos Campos 

Em São José dos Campos, o SEEB organizou ato na agência 0351, reunindo empregados com faixas adesivos e cartazes e de braços dados em torno do prédio, simbolizando proteção ao patrimônio brasileiro. Após manifestação na região central, os diretores do Sindicato seguiram com a manifestação em todas as demais agencias da Caixa.

Votuporanga

O SEEB de Votuporanga realizou ato em agências da cidade das 10h às 12h, fixando cartazes da campanha em defesa da Caixa 100% púbica e promovendo a conscientização da população sobre o processo de privatização pretendido pelo governo. O presidente do sindicato, Harley Vizona, que informa que haverá outros protestos, enfatizou a importância de manter a CEF como banco público devido ao seu papel social: “A Caixa é uma entidade pública, mas, do jeito que o governo quer fazer, vendendo ações, muda a forma de controle, entre outros. O processo em si é muito grande, mas é preciso lembrar que a caixa é o braço social do Governo Federal”, disse o presidente do sindicato.
Ele ainda afirma que as manifestações são justamente para evitar que esse processo venha de forma unilateral, onde somente um lado se beneficie. “Sabemos que uma hora vai acontecer, mas queremos participar desse processo”.

É possível conferir fotos das ações realizadas pelos sindicatos na página da FEEB-SP/MS no Facebook. Para acessá-las, basta clicar aqui

 

Notícias Relacionadas

Banco do Brasil aprova atualização da Tabela PIP para beneficiar trabalhadores do Previ Futuro

Mudança na Pontuação Individual do Participante permite aumento na contribuição adicional e soma mais recursos para a aposentadoria, atendendo a antiga reivindicação dos funcionários O Banco do Brasil aprovou as mudanças na Tabela PIP (Pontuação Individual do Participante), uma reivindicação antiga dos trabalhadores, que permitirá aumentar a contribuição adicional para a aposentadoria. O anúncio foi […]

Leia mais

Eleições da Funcef: votação segue até sexta-feira (19)

Participantes da ativa e assistidos dos planos de previdência podem votar até sexta-feira (19), mas a orientação é não deixar para a última hora Teve início nesta terça-feira (16), a votação para as Eleições Funcef. Participantes dos planos de previdência da Funcef podem votar para definir quem vai ocupar a diretoria de Administração e Controladoria, […]

Leia mais

Feeb SP/MS dá posse para nova Diretoria

                Diretoria eleita assume quadriênio 2024/2028 A Federação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) empossou a nova diretoria da entidade, eleita durante o VIII Congresso Interestadual, realizado em março, em São Paulo. A posse foi oficializada no dia 08 […]

Leia mais

Sindicatos filiados