Em Ribeirão, 171 agências foram fechadas nesta quarta

25.09.2013

Amanhã, às 14h, Comando Nacional dos Bancários se reúne em São Paulo para avaliar o movimento A greve dos bancários que começou na última quinta-feira, 19, chegou ao sétimo dia e até o momento não houve nenhuma manifestação da Fenaban (Federação dos Bancos) sobre a retomada do processo de negociação. Nesta quarta-feira, 25, o movimento ganhou […]

Amanhã, às 14h, Comando Nacional dos Bancários se reúne em São Paulo para avaliar o movimento

A greve dos bancários que começou na última quinta-feira, 19, chegou ao sétimo dia e até o momento não houve nenhuma manifestação da Fenaban (Federação dos Bancos) sobre a retomada do processo de negociação. Nesta quarta-feira, 25, o movimento ganhou ainda mais força em Ribeirão Preto e Região e 171 agências foram fechadas: 24 do Banco do Brasil; 27 da Caixa Econômica Federal; 28 do Bradesco; 27 do Itaú; 5 do HSBC; 51 do Santander; e 9 de outros bancos.

Os bancários, que têm como data-base 1º de setembro, reivindicam reajuste de 11,93% (aumento real de 5% mais a reposição da inflação do período), PLR de três salários mais R$ 5.553,15, piso de R$ 2.860,21 (salário mínimo do Dieese), além de melhores condições de trabalho, fim das demissões e da rotatividade e mais contratações. A Fenaban, no entanto, ofereceu proposta de reajuste de 6,1%, que repõe somente a inflação do período pelo INPC e não atendeu às demais reivindicações.

Comando Nacional dos Bancários se reúne quinta, às 14h

O Comando Nacional dos bancários, que representa um total de 143 sindicatos e 10 federações (incluindo a Federação de São Paulo e Mato Grosso do Sul) de todo país, irá se reunir nesta quinta-feira, às 14h, em São Paulo, para fazer uma avaliação da primeira semana da greve.

Liminar garante direito de greve

A Justiça do Trabalho concedeu nesta terça-feira, 24, liminar garantindo o livre exercício do direito de GREVE, nos limites legais. A Ação Civil Pública ajuizada pelo Sindicato abrange os Bancos Bradesco S/A, Itaú Unibanco S/A, Banco do Brasil S/A, Banco Mercantil do Brasil S/A, Banco Safra S/A, Banco Santander S/A, Caixa Econômica Federal e HSBC Bank Brasil S/A- Banco Múltiplo. A decisão é válida para todas as agências situadas na cidade de Ribeirão Preto e em toda sua base territorial.

Cidades da base do sindicato de Ribeirão

Altinópolis, Barrinha, Batatais, Bento Quirino, Brodosqui, Buenópolis, Caconde, Cajuru, Cândia, Casa Branca, Cássia dos Coqueiros, Cravinhos, Divinolândia, Dumont, Guariba, Guatapará, Itobi, Jaboticabal, Jardinópolis, Luiz Antonio, Matão, Mococa, Moraes Sales, Nuporanga, Orlândia, Pontal, Pradópolis, Ribeirão Preto, Sales de Oliveira, Santa Cruz da Esperança, Santa Rosa do Viterbo, Santo Antonio da Alegria, São Benedito das Areias, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, São Simão, Serra Azul, Serrana, Sertãozinho, Tapiratiba, Taquaritinga, Vargem Grande do Sul.

Fonte: Feeb SP/MS

Notícias Relacionadas

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Lucro da Caixa cresceu 49% no 1º trimestre de 2024

Com 1,56 milhão de novos clientes e 168 empregados a menos no quadro de pessoal, aumenta também a sobrecarga A Caixa Econômica Federal anunciou na noite de quarta-feira (15) um lucro líquido recorrente de R$ 2,88 bilhões no primeiro trimestre de 2024, alta de 49,1% em comparação ao mesmo período de 2023 e de 0,5% em relação […]

Leia mais

Sindicatos filiados