Empregados e representantes da Caixa negociam PQV nesta sexta-feira (19)

18.05.2023

Trabalhadores apontaram abuso na cobrança de metas do Programa de Qualidade de Vendas (PQV) A representação dos trabalhadores da Caixa se reúne amanhã (19), a partir das 14h,  com o banco para negociar mudanças no Programa de Qualidade de Vendas (PQV). A reunião foi agendada após cobrança do movimento sindical ao identificar abuso no aumento […]

Trabalhadores apontaram abuso na cobrança de metas do Programa de Qualidade de Vendas (PQV)

A representação dos trabalhadores da Caixa se reúne amanhã (19), a partir das 14h,  com o banco para negociar mudanças no Programa de Qualidade de Vendas (PQV). A reunião foi agendada após cobrança do movimento sindical ao identificar abuso no aumento de punição aos empregados que não cumprirem as metas do PQV.

A representação dos trabalhadores pontuou ser injusta a penalização a ser aplicada aos empregados, no caso de clientes cancelarem os produtos após orientação do próprio banco. Trabalhadores cobram, ainda, além da alteração na aplicação do programa, que o banco exerça uma gestão mais humanizada.
De acordo com os empregados, o comunicado do banco chegou via e-mails. Entre as sanções no caso de descumprimento das metas estão, proibição de participar de Processos de Seleção Interna (PSI) e encaminhamento à corregedoria.

Novo PQV
O novo PQV da Caixa estabelece que vendas de cartão de crédito, seguros e cesta de serviços sejam avaliadas por até 90 dias após a contratação, ou seja, caso o  cliente cancele o serviço neste período, o empregado perde a pontuação no programa.

A apuração dos resultados do primeiro semestre de 2023 será feita em dois momentos. O primeiro vai considerar o primeiro trimestre, já com a aplicação das novas faixas de resultados definidas; habilitação, ou desabilitação em campanhas; bonificação, ou punição em processo seletivo (PSI/Score). O segundo momento considerará os resultados do segundo trimestre, considerando a incidência das novas faixas; início das consequências referentes às novas faixas com mensageria; acompanhamento do desempenho do empregado; avaliação das contestações em mais de uma instância; deflator no IQV decorrente da ausência de avaliação de contestação.

Editado por Feeb SP/MS, com informações Contraf Cut.

 

Notícias Relacionadas

Trabalhadores do Itaú entregam pauta específica de reivindicações no dia 25

Documento é resultado do encontro nacional, realizado em São Paulo, no dia 6 de junho A Comissão de Organização dos Empregados (COE) vai entregar a minuta específica de reivindicações ao Itaú na próxima terça-feira (25). O documento servirá de base para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico do banco. As reivindicações foram […]

Leia mais

Intransigência da Caixa encerra negociações sobre redução de jornada para pais/mães e responsáveis por PcD e neurodivergentes (TEA)

Banco retira da proposta a concessão para empregados PcD, impõe uma série de travas para permitir a redução da jornada para pais/mães/responsáveis de PcD e encerra mesa de negociações após receber questionamentos sobre pontos sensíveis da proposta A reunião que negociaria a redução de jornada para empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal com deficiência […]

Leia mais

Caixa afirma que contencioso é insignificante, mas dados disponíveis demonstram o oposto

Fonte: APCEF/SP com informações da Fenae Em uma live realizada nesta terça-feira (18), a Funcef (Fundação dos Economiários Federais) e a Caixa anunciaram que estão abordando o contencioso trabalhista. Segundo Leonardo Groba, diretor jurídico da Caixa, o contencioso atual estaria estimado em cerca de R$ 500 milhões, “não tem grandes proporções, mas a Caixa possui […]

Leia mais

Sindicatos filiados