Falta de ar-condicionado faz sindicato fechar agências do Itaú em Sorocaba e Votorantim

04.12.2012

O Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região fechou hoje, dia 4 de dezembro, as agências do banco Itaú, Além Ponte (em Sorocaba) e Votorantim, durante o dia todo. O aparelho de ar-condicionado das referidas agências estão quebrados há uma semana, sem que o banco tome providências quanto à manutenção dos mesmos. Conforme apurado pelo […]

O Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região fechou hoje, dia 4 de dezembro, as agências do banco Itaú, Além Ponte (em Sorocaba) e Votorantim, durante o dia todo. O aparelho de ar-condicionado das referidas agências estão quebrados há uma semana, sem que o banco tome providências quanto à manutenção dos mesmos.

Conforme apurado pelo sindicato, o contrato do banco com a empresa que presta manutenção nos sistemas de ar-condicionado, venceu e não foi renovado. Sendo assim, a resposta que os funcionários tiveram ao reclamar da situação, foi que nada poderia ser feito porque não havia mais contrato e o banco não permite que o serviço seja executado por outras pessoas ou empresas, não contratadas previamente.

As situações nas agências foram descobertas após denúncia anônima feita ao sindicato e apurada em seguida. Segundo o denunciante, clientes chegaram a desmaiar devido ao calor insuportável dentro das agências, que não têm janelas, apenas ar-condicionado. Funcionários estariam trabalhando em condições insalubres.

“Sorocaba e Votorantim são cidades quentes por natureza. Essa época do ano, os termômetros chegam a bater os 38°C. Como um recinto fechado e sem janelas pode ser usado para atendimento à população – muitas vezes idosa – sem ar-condicionado? É uma situação absurda!”, comenta o presidente do Sindicato dos Bancários de Sorocaba, Júlio Cesar Machado. 

Fonte: Sindicato dos Bancários de Sorocaba

Notícias Relacionadas

Após repercussão das denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pede demissão

Testemunhos das vítimas vieram a público na terça-feira (28) e assustam pela quantidade de casos e pelo grau de desrespeito e crueldade; Ministério Público investiga em sigilo O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, entregou seu pedido de demissão na tarde desta quarta-feira (29) ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada […]

Leia mais

NOTA OFICIAL

NOTA OFICIAL Pelo imediato afastamento de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, e o acolhimento e preservação das vítimas Nós, bancárias de todo o Brasil, manifestamos nossa indignação pelos atos de assédio sexual praticados por Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, que ganharam repercussão na noite de desta terça-feira, 28/06/2022, ao serem divulgados […]

Leia mais

Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul repudia ações de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual

Além de apuração das denúncias, representação dos empregados pede afastamento do presidente da Caixa Após se tornar pública a acusação de assédio sexual feita por diferentes empregadas da Caixa Econômica Federal ao presidente Pedro Duarte Guimarães, a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, se solidariza com as vítimas e manifesta […]

Leia mais

Sindicatos filiados