Federação abre Conferência Interestadual em Suarão

20.06.2013

Abertura da Conferência Interestadual – Da esq. para a dir. –  Dejair, presidente da Usceesp; Cido Roveroni; do Comando Nacional; o vereador Hilário Juliano; Paiva, vice-presidente da Feeb-SP/MS, Jeferson Boava, do Camando e Rumiko Tanaka, representante da Contec.  A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS) abriu na manhã desta quinta-feira, dia […]


Abertura da Conferência Interestadual – Da esq. para a dir. –  Dejair, presidente da Usceesp; Cido Roveroni; do Comando Nacional; o vereador Hilário Juliano;
Paiva, vice-presidente da Feeb-SP/MS, Jeferson Boava, do Camando e Rumiko Tanaka, representante da Contec. 


A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb-SP/MS) abriu na manhã desta quinta-feira, dia 20, na colônia da Usceesp, em Itanhaém, litoral sul de São Paulo, a Conferência Interestadual dos Bancários.

A Interestadual irá definir as propostas dos 23 sindicatos filiados, apresentadas em quatro Erbans (Encontro Regional de Bancários) realizados em maio e junho nas cidades de Marília, Piracicaba, Naviraí e Guaratinguetá, para a 15ª Conferência Nacional da categoria, a ser realizada entre os dias 19 e 21 de julho na capital paulista. Participam da Conferêncial 210 delegados.

O vice-presidente da Feeb-SP/MS, José Antônio Paiva, que presidiu a mesa de abertura, destacou que a categoria não pode ignorar as manifestações que vem ocorrendo em todo o país e que os bancários precisam pensar sobre novas formas de mobilização. “Temos uma categoria rejuvenescida e é preciso decidir que modelo de ação sindical será adotado nesta Campanha, para que ela seja vitoriosa”, afirmou.
Aparecido Roveroni, diretor da Federação e membro do Comando Nacional dos Bancários, também enfatizou que é importante refletir sobre essas manifestações. “A população está indo para as ruas para exigir mudanças e isso é muito bom. Precisamos refletir. Pensar sobre como eles estão se organizando e o que isso pode agregar à categoria, para que consigamos envolver todos os bancários na campanha”.

Após a abertura, Vivian Machado, do Dieese, apresentou uma análise de conjuntura, em que aborda a situação dos cinco maiores bancos do país. Falou ainda sobre questões como a terceirização, reforçando que a categoria precisa se mobilizar para evitar a aprovação no Congresso do Projeto de Lei 4330 do deputado Sandro Mabel, que precariza as relações trabalhistas no país. Outro tema enfatizado pela palestrante diz respeito à telefonia móvel e os impactos do “Banco do Futuro”, que já é presente, para os bancários. Em seguida, a Dra. Maria Alejandra Madi explanou sobre a crise financeira global e as incertezas do mercado financeiro internacional, entre outras coisas.

À tarde, houve um painel para falar sobre igualdade de oportunidades, seguido pela apresentação dos resultados da consulta aplicada pelos sindicatos para identificar quais são as prioridades dos trabalhadores para a Campanha Nacional.

Por fim, os delegados se dividiram em cinco grupos – Remuneração; Emprego; Saúde e Condições de Trabalho; Segurança e Sistema Financeiro Nacional. Os grupos de trabalho sistematizaram as propostas dos Erbans, que serão deliberadas na plenária final desta sexta-feira.

Fonte: Feeb-SP/MS

 

Notícias Relacionadas

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Lucro da Caixa cresceu 49% no 1º trimestre de 2024

Com 1,56 milhão de novos clientes e 168 empregados a menos no quadro de pessoal, aumenta também a sobrecarga A Caixa Econômica Federal anunciou na noite de quarta-feira (15) um lucro líquido recorrente de R$ 2,88 bilhões no primeiro trimestre de 2024, alta de 49,1% em comparação ao mesmo período de 2023 e de 0,5% em relação […]

Leia mais

Sindicatos filiados