Federação dos Bancários e Sindicatos realizam plenária contra o desmonte do BB na próxima semana

12.02.2021

Plenária em defesa do BB acontece online na quarta-feira (17) Na próxima quarta-feira (17) a Federação dos Bancários dos Estados de SP e MS, junto com seus 23 sindicatos filiados, realizam a Plenária em Defesa do BB. O encontro será por videoconferência e aberto a todos os funcionários do BB da Base da Feeb SP/MS. […]

Plenária em defesa do BB acontece online na quarta-feira (17)

Na próxima quarta-feira (17) a Federação dos Bancários dos Estados de SP e MS, junto com seus 23 sindicatos filiados, realizam a Plenária em Defesa do BB. O encontro será por videoconferência e aberto a todos os funcionários do BB da Base da Feeb SP/MS.

As pautas previstas para o debate incluem o balanço de manifestações e próximas ações contra a desestruturação do Banco do Brasil.

"Convidamos bancárias e bancários da nossa base sindical para debater conosco as ações contra o desmonte do BB e em defesa dos direitos do trabalhador e do Banco do Brasil como Banco Público", destaca Jeferson Boava, presidente da Feeb SP/MS.

Atos

Nesta semana o movimento sindical realizou diversos atos de protesto à reestruturação que prevê o fechamento de 362 unidades de atendimento e a demissão de cerca de 5 mil funcionários.

Na quarta-feira (10), houve paralisação de 24h e negociação com o Banco. No dia seguinte, após Banco do Brasil se mostrar intransigente nas negociações um novo protesto aconteceu nas redes sociais com as hashtags #MeuBBValeMais e #BBParado.


Foto: Fabiano Couto

Nesta sexta-feira (12), a Comissão de Empresa dos Funcionários do BB (CEBB), organizou uma manifestação na Avenida Paulista, em São Paulo, em frente à Torre Matarazzo, na altura 1230, onde ocorria a apresentação dos lucros do BB aos investidores, acionistas e agentes do mercado.

O ato foi apoiado pela Feeb e contou com a participação dos Sindicatos dos Bancários de Campinas e de Santos, que utilizaram equipamentos de som, faixas e fantasias em sinal de indignação à reestruturação articulada pelo presidente Jair Bolsonaro, que além das demissões e fechamento de agências, apontam para o enfraquecimento e privatização do banco.

Vale ressaltar que o lucro do BB em 2020, mesmo em meio à pandemia, foi de 13,8 bi.

Ações Feeb

Neste mês, a Feeb SP/MS ingressou com três ações judiciais contra o Banco do Brasil, com o objetivo de minimizar os efeitos da reestruturação, sendo: Ação de incorporação da gratificação de função dos descomissionados; Ação de vedação das remoções compulsórias para outra praça: e Ação de manutenção do plano plus aos egressos do bcn, contribuindo integralmente ( parte empregado e empregador).

Calendário:
17/2 – Plenária Feeb SP/MS – Acesso aqui.

19/2 – Reunião de avaliação do Comando

Demais ações nacionais:

Manutenção do Estado de Greve;
Ações judiciais de incorporação da gratificação de função dos descomissionados;
Ações judiciais de vedação das remoções compulsórias para outra praça;
Ações judiciais de direito de manutenção do plano plus aos egressos do bcn, contribuindo integralmente ( parte empregado e empregador)– Contato com parlamentares, prefeitos e governadores;

 

Notícias Relacionadas

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Lucro da Caixa cresceu 49% no 1º trimestre de 2024

Com 1,56 milhão de novos clientes e 168 empregados a menos no quadro de pessoal, aumenta também a sobrecarga A Caixa Econômica Federal anunciou na noite de quarta-feira (15) um lucro líquido recorrente de R$ 2,88 bilhões no primeiro trimestre de 2024, alta de 49,1% em comparação ao mesmo período de 2023 e de 0,5% em relação […]

Leia mais

Sindicatos filiados