Feeb SP/MS repudia atos terroristas ocorridos em Brasília

09.01.2023

Notas de repudio também foram emitidas entre a noite de ontem e esta segunda-feira (9) por Sindicatos filiados   A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) repudiou os atos terroristas ocorridos ontem (8), em Brasília. O ataque ao Congresso realizado por bolsonaristas alcançou grande repercussão ao […]

Notas de repudio também foram emitidas entre a noite de ontem e esta segunda-feira (9) por Sindicatos filiados  

A Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS) repudiou os atos terroristas ocorridos ontem (8), em Brasília. O ataque ao Congresso realizado por bolsonaristas alcançou grande repercussão ao redor do mundo e tem sido repudiado por lideranças nacionais e internacionais. Veja aqui.

Imagem utilizada na arte: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Feeb SP/MS emitiu nota em nome da Federação e de seus sindicatos filiados na noite de ontem. “Nosso apoio total às decisões do presidente Lula e às investigações. O vandalismo presenciado é algo inédito no nosso país e atenta gravemente contra as instituições e a democracia. Repudiamos veemente e apoiamos as investigações, assim como a punição de todos envolvidos, seja de forma direta ou indiretamente, todos precisam ser responsabilizados”, declara David  Zaia, presidente da Feeb SP/MS.

Os atos articulados por bolsonaristas resultaram na invasão e depredação do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e da Suprema Corte. Além de tentar forçar uma intervenção das Forças Armadas com o objetivo de impedir o cumprimento do mandato da Presidência da República e o funcionamento do Supremo Tribunal Federal e do Congresso Nacional, os terroristas agem de forma criminosa em todo o país, com bloqueio de estradas e impedimento de tráfego, o que dificulta o abastecimento de combustíveis, alimentos e produtos de todos os gêneros.

Os órgãos de Justiça trabalham na identificação dos participantes, inclusive de quem financiou e incentivou os atos criminosos. Possíveis omissões dos órgãos de repressão e suas administrações também são investigadas. De acordo com pronunciamento do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, todos serão punidos no rigor da Lei.

Canal de denúncia

O Ministério da Justiça criou um canal de denúncias sobre os terroristas: denuncia@mj.gov.br. Outros canais também estão sendo lançados nas redes sociais com a finalidade de identificação dos autores e partícipes no crime, sendo o principal deles o perfil no instagram,  Contragolpe Brasil (@contragolpebrasil), com a divulgação de fotos e vídeos de pessoas durante os atos de depredação em Brasília.

Balanço

O vandalismo praticado por apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro inclui depredações a obras de arte como ‘As Mulatas’, de Di Cavalcanti, e o vitral da artista Marianne Peretti.

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu 40 ônibus, inclusive com armas de fogo em seu interior. Aproximadamente  1,2 mil golpistas estão sendo ouvidos por 50 equipes na sede da Polícia Federal em Brasília. Cerca de 1.500 deverão ser detidos. De acordo com juristas, os invasores podem ser enquadrados em crimes contra as instituições democráticas, danos ao patrimônio público e associação criminosa. As penas podem ultrapassar 15 anos de prisão em regime fechado.

Nota de Repúdio emitida pelo presidente da Feeb SP/MS

A Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul, através do seu presidente, torna público o seu mais veemente repúdio aos atos ocorridos hoje em Brasília. Ao mesmo tempo manifesta total apoio às medidas do Presidente Lula para garantir a ordem e a democracia. Apoiamos integralmente as urgentes investigações e punição de todos os envolvidos direta e indiretamente nos atos hoje ocorridos, bem como de qualquer cidadão que atente contra a democracia em nosso país.

São Paulo, 8 de janeiro de 2023.

David Zaia

Presidente

Notícias Relacionadas

Trabalhadores do Itaú entregam pauta específica de reivindicações no dia 25

Documento é resultado do encontro nacional, realizado em São Paulo, no dia 6 de junho A Comissão de Organização dos Empregados (COE) vai entregar a minuta específica de reivindicações ao Itaú na próxima terça-feira (25). O documento servirá de base para a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) específico do banco. As reivindicações foram […]

Leia mais

Intransigência da Caixa encerra negociações sobre redução de jornada para pais/mães e responsáveis por PcD e neurodivergentes (TEA)

Banco retira da proposta a concessão para empregados PcD, impõe uma série de travas para permitir a redução da jornada para pais/mães/responsáveis de PcD e encerra mesa de negociações após receber questionamentos sobre pontos sensíveis da proposta A reunião que negociaria a redução de jornada para empregadas e empregados da Caixa Econômica Federal com deficiência […]

Leia mais

Caixa afirma que contencioso é insignificante, mas dados disponíveis demonstram o oposto

Fonte: APCEF/SP com informações da Fenae Em uma live realizada nesta terça-feira (18), a Funcef (Fundação dos Economiários Federais) e a Caixa anunciaram que estão abordando o contencioso trabalhista. Segundo Leonardo Groba, diretor jurídico da Caixa, o contencioso atual estaria estimado em cerca de R$ 500 milhões, “não tem grandes proporções, mas a Caixa possui […]

Leia mais

Sindicatos filiados