Financiários entregam minuta de reivindicações e propõem à Fenacrefi nova formatação de PLR

15.06.2016

Na última terça-feira (14), a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) participou entrega da Minuta de Reivindicações dos Financiários à Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi), em São Paulo. A entrega ocorreu após a reunião do grupo de trabalho sobre Participação nos Lucros e Resultados, […]


Na última terça-feira (14), a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) participou entrega da Minuta de Reivindicações dos Financiários à Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi), em São Paulo.

A entrega ocorreu após a reunião do grupo de trabalho sobre Participação nos Lucros e Resultados, que está estudando um novo modelo de PLR para ser implantado e que juntamente com o GT sobre Terceirização, constitui importante conquista da campanha salarial passada.

A pauta aprovada durante a 1ª Conferência Nacional dos Financiários, ocorrida em maio, em São Paulo, tem entre os pontos principais, reivindicações como, reajuste de 15,31%, composto pela reposição da inflação mais 5% aumento real, Piso Escritório R$ 3.777,93 (valor igual ao salário mínimo indicado pelo Dieese em maio de 2016) e Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de três salários, entre outros. A unificação da data base dos financiários, que em São Paulo é em 1º de junho, com a da categoria bancária está entre as requisições. O Diretor Walmir Gomes representou a FEEB-SP/MS na reunião.

GT PLR

Durante a reunião ocorrida na sede da Acrefi (Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento), localizada na Rua Libero Badaró, os representantes dos trabalhadores apresentaram uma proposta de modelo de PLR.

A nova formulação possui a base da anterior (90% do salário + fixo de 2.300,00 + adicional de 60% da parte fixa) combinada ao acréscimo do percentual de adiantamento sobre o salário no valor de 54%.

“Ficou acertado que a proposta apresentada será analisada pela Fenacrefi, que irá aceitá-la ou apresentar contraproposta conjuntamente com a renovação da minuta”, explica o representante da Federação no GT sobre PLR, Vinissio Clemente, que participou da mesa de negociação e avaliou a reunião de negociação como “satisfatória”.

A reunião para devolutiva da entidade patronal está agendada para o dia 14 de julho.

 

Notícias Relacionadas

Proposta sobre Teletrabalho vai avançar

Reivindicações da categoria avançam nas negociações sobre trabalho remoto, mas Comando dos Bancários cobra agilidade na resposta sobre a proposta global A proposta da categoria bancária para o trabalho remoto avançou nas negociações realizadas na tarde desta quinta-feira (11) com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). “Tivemos evolução no Teletrabalho que se torna cláusula da […]

Leia mais

Caixa se nega a criar GT para discutir contencioso da Funcef

Banco avalia que o tema já é tratado pela própria fundação de previdência dos trabalhadores Em reunião de negociações da Campanha Nacional dos Bancários 2022, realizada nesta quarta-feira (10), com a Comissão Executiva dos Empregados (CEE), a Caixa Econômica Federação se negou a atender a reivindicação para que seja criado um grupo de trabalho (GT) […]

Leia mais

Atos pela democracia ocorrem em todo o País e reafirmam o compromisso contra o autoritarismo

Data de 11 de agosto marca a leitura de um manifesto contra ditadura militar em 1977 Brasileiros de inúmeras regiões do País realizaram nesta quinta-feira (11), atos em defesa do estado democrático de direito. Milhares de entidades representativas foram às ruas manifestar a defesa pela garantia da democracia e do sistema eleitoral eletrônico. A data […]

Leia mais

Sindicatos filiados