Financiários entregam minuta de reivindicações e propõem à Fenacrefi nova formatação de PLR

15.06.2016

Na última terça-feira (14), a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) participou entrega da Minuta de Reivindicações dos Financiários à Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi), em São Paulo. A entrega ocorreu após a reunião do grupo de trabalho sobre Participação nos Lucros e Resultados, […]


Na última terça-feira (14), a Federação dos Bancários de São Paulo e Mato Grosso do Sul (FEEB-SP/MS) participou entrega da Minuta de Reivindicações dos Financiários à Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi), em São Paulo.

A entrega ocorreu após a reunião do grupo de trabalho sobre Participação nos Lucros e Resultados, que está estudando um novo modelo de PLR para ser implantado e que juntamente com o GT sobre Terceirização, constitui importante conquista da campanha salarial passada.

A pauta aprovada durante a 1ª Conferência Nacional dos Financiários, ocorrida em maio, em São Paulo, tem entre os pontos principais, reivindicações como, reajuste de 15,31%, composto pela reposição da inflação mais 5% aumento real, Piso Escritório R$ 3.777,93 (valor igual ao salário mínimo indicado pelo Dieese em maio de 2016) e Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de três salários, entre outros. A unificação da data base dos financiários, que em São Paulo é em 1º de junho, com a da categoria bancária está entre as requisições. O Diretor Walmir Gomes representou a FEEB-SP/MS na reunião.

GT PLR

Durante a reunião ocorrida na sede da Acrefi (Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento), localizada na Rua Libero Badaró, os representantes dos trabalhadores apresentaram uma proposta de modelo de PLR.

A nova formulação possui a base da anterior (90% do salário + fixo de 2.300,00 + adicional de 60% da parte fixa) combinada ao acréscimo do percentual de adiantamento sobre o salário no valor de 54%.

“Ficou acertado que a proposta apresentada será analisada pela Fenacrefi, que irá aceitá-la ou apresentar contraproposta conjuntamente com a renovação da minuta”, explica o representante da Federação no GT sobre PLR, Vinissio Clemente, que participou da mesa de negociação e avaliou a reunião de negociação como “satisfatória”.

A reunião para devolutiva da entidade patronal está agendada para o dia 14 de julho.

 

Notícias Relacionadas

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Lucro da Caixa cresceu 49% no 1º trimestre de 2024

Com 1,56 milhão de novos clientes e 168 empregados a menos no quadro de pessoal, aumenta também a sobrecarga A Caixa Econômica Federal anunciou na noite de quarta-feira (15) um lucro líquido recorrente de R$ 2,88 bilhões no primeiro trimestre de 2024, alta de 49,1% em comparação ao mesmo período de 2023 e de 0,5% em relação […]

Leia mais

Sindicatos filiados