Financiários se reúnem com a Fenacrefi na quinta-feira (22)

21.09.2022

Reunião é agendada após cobrança do movimento sindical Representantes dos financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reúnem nesta quinta-feira (22), às 11h, para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria. A agenda é uma resposta à cobrança feita nesta semana pelo movimento sindical à Fenacrefi. […]

Reunião é agendada após cobrança do movimento sindical

Representantes dos financiários e a Federação Interestadual das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Fenacrefi) se reúnem nesta quinta-feira (22), às 11h, para dar continuidade às negociações da campanha salarial da categoria.

A agenda é uma resposta à cobrança feita nesta semana pelo movimento sindical à Fenacrefi.

Até o momento, somente uma reunião foi realizada desde a entrega da pauta de reivindicações da categoria, com data-base em 1º de junho. Durante a primeira reunião, os financiários receberam uma proposta de 8% de reajuste nos itens econômico para o próximo período de um ano. A categoria exige um índice maior, próximo do INPC do período, que é de 11,9%, bem como um acordo que englobe um período de mais 12 meses.


“Durante o primeiro encontro a Fenacrefi se comprometeu a trazer as propostas econômicas de reajustes salariais e nos vales e o valor de Participação nos Lucros e Resultados. A expectativa é de que as financeiras apresentem respostas à minuta de reivindicações dos financiários, entregue à Fenacrefi no dia 15 de junho”, explica Walmir Gomes, representante da Federação dos Bancários dos Estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Feeb SP/MS).

A pauta foi construída coletivamente por meio de consulta e encontros de trabalhadores em todo o país e busca a manutenção de todos os direitos previstos na atual CCT. As reivindicações incluem, ainda, novas conquistas como aumento real para salários e demais verbas, regulamentação do teletrabalho, melhorias nas questões de saúde, como aumento do prazo de extensão do plano aos demitidos e cláusulas específicas sobre tratamento da Covid e suas sequelas.

 

 

Notícias Relacionadas

Dirigentes da base da Feeb-SP/MS recebem segundo módulo do curso de formação da Contraf-CUT

Programa trata da estruturação histórica das organizações sindicais e da luta dos trabalhadores O Curso de Formação Sindical para Dirigentes, da Secretaria de Formação da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), estreia o seu segundo módulo nesta sexta-feira (17) e no sábado (18) para as bases da Federação dos Bancários de São Paulo […]

Leia mais

Bancários se preparam para Conferência Nacional da categoria

Consulta aos trabalhadores nas bases sindicais de todo o país e conferências estaduais e regionais servirão de subsídio para os debates nacionais que levarão à construção da pauta de reivindicações e da estratégia da Campanha Nacional 2024 Bancárias e bancários de todo o país se reúnem, em São Paulo, entre os dias 4 e 9 […]

Leia mais

Lucro da Caixa cresceu 49% no 1º trimestre de 2024

Com 1,56 milhão de novos clientes e 168 empregados a menos no quadro de pessoal, aumenta também a sobrecarga A Caixa Econômica Federal anunciou na noite de quarta-feira (15) um lucro líquido recorrente de R$ 2,88 bilhões no primeiro trimestre de 2024, alta de 49,1% em comparação ao mesmo período de 2023 e de 0,5% em relação […]

Leia mais

Sindicatos filiados